sexta, 19 de julho de 2019
Esportes
Compartilhar:

Paraibana disputa torneio internacional de olho nas Olimpíadas

Allan Hebert e Raniery Soares / 19 de fevereiro de 2017
Foto: Nalva Figueiredo
Com um 'esporte incomum' para grande parte das pessoas, a paraibana Yasmin Durand está conseguindo alcançar espaços importantíssimos no cenário do tiro com arco nacional. Destaque nas competições da modalidade, realizadas no Brasil, agora ela vai para o seu primeiro desafio internacional: o Grand Prix do México, programado para abril. Ela obteve a classificação, após ficar em primeiro lugar na seletiva realizada este mês, em Maricá (RJ). Ao lado dela, na categoria Masculino Recurvo, a vaga para a competição internacional ficou com o amazonense Nelson Moraes.

Entusiasmada com o novo desafio, ela garante que a meta é ficar entre as dez primeiras arqueiras do continente. Contudo, a paraibana garante que não se frustrará, caso não conquiste o seu objetivo.

"O meu objetivo é conquistar uma boa posição no ranking, ficando pelo menos entre as dez. Tenho treinado muito para isso, sei do meu potencial e acredito que conseguirei bater esta meta. Mas, como também é a minha primeira oportunidade em uma disputa deste nível, tenho que entender que se o resultado não for o esperado, servirá como aprendizagem. Só o fato de representar o Brasil e a Paraíba já é o suficiente", disse.

Yasmin ainda tem muita estrada pela frente e uma das suas inspirações é o também brasileiro Marcus Vinicius D'Almeida, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016, no tiro com arco.

"Assim como o Marcus conseguiu representar o Brasil numa olimpíada, vários outros jovens podem se inspirar no exemplo dele para também conseguirem este objetivo, que acho que é o de qualquer atleta, independente do esporte. É o meu sonho, sem dúvida e assim como ele, posso chegar bem jovem a este objetivo", contou Yasmin.

A atleta paraibana tem um ano cheio, afinal o Grand Prix é apenas uma das portas para o Campeonato Mundial, programado para outubro, na Argentina. Medalhista na categoria Infantil, Yasmin agora tem duelos mais intensos, já que por causa da idade (15 anos), está na categoria Cadete.

O sonho olímpico e o Japão como uma meta

Os Jogos Olímpicos de Tóquio parecem um pouco distantes, já que estamos em ainda 2017, mas, para Yasmin Durand, a competição já é uma realidade. Aos 15 anos, a atleta do tiro com arco sabe do longo caminho que terá pela frente, mas ela não esconde que o grande objetivo de sua carreira é disputar uma Olimpíada. Se já for em 2020, melhor ainda.

“Eu sempre sonhei em ser uma atleta olímpica, em representar o Brasil em uma Olimpíada. Eu treino forte todos os dias com esse objetivo em minha cabeça, que é disputar uma Olimpíada e voltar para casa com uma medalha no peito. Vou batalhar para conseguir”, disse a atleta.

Para chegar ao objetivo, Yasmin sabe que terá que brilhar nas principais competições e evoluir bastante até lá. Além de fazer um Grand Prix, no México, a jovem tem outro grande objetivo na temporada: disputar o Campeonato Mundial Cadete, que será realizado na Argentina, no mês de outubro.

“Quero competir no Mundial. Antes, vou ter duas competições (Grand Prix e a Seletiva para o Mundial) e meu objetivo é vencer as duas. Então, vou fazer o meu melhor para conquistar o que eu quero. Seria uma grande experiência disputar uma competição como o Mundial, ainda este ano”, contou.

Relacionadas