sexta, 22 de janeiro de 2021

Olimpíadas
Compartilhar:

1º dia da Tocha Olímpica na PB termina em Campina

Giovannia Brito / 02 de junho de 2016
Foto: Assuero Lima
A cidade do Maior São João do Mundo, Campina Grande, parou nesta quinta-feira (02) para receber a Tocha Olímpica da Rio 2016. Pelas ruas uma multidão acompanhou a passagem do símbolo das olimpíadas em um percurso de 13 quilômetros. Em ritmo de forró, a tocha chegou ao monumento dos 150 anos de Campina Grande, seu destino final na Rainha da Borborema, por volta das 20h00. Logo em seguida, em um palco montado ao lado do Açude Velho, houve a cerimônia para acender a pira olímpica.

A tocha chegou à cidade no final da tarde e foi recepcionada por centenas de pessoas que a aguardavam nas proximidades do estádio ‘O Amigão’. Muitas delas carregavam as bandeiras do Treze, do Campinense e do Brasil. Entre os que a aguardavam estava o prefeito Romero Rodrigues. “Campina prestes a iniciar os seus festejos juninos foi presenteada com essa passagem que deixou a cidade ainda mais vibrante”, destacou.

O primeiro a carregar o símbolo das olimpíadas foi o empresário Evandro Souza, que estava bastante ansioso. “Foi uma emoção muito grande. Esperei bastante por esse momento e estou imensamente feliz de poder carregar em minhas mãos o sonho de um país. Nunca vou esquecer dia”, afirmou.

Ao longo de todo o percurso dezenas de pessoas aguardavam nas calçadas a sua passagem e fizeram questão de sair correndo atrás do comboio. Ao todo, 58 pessoas conduziram a chama pela cidade.

Uma das mais festejadas foi a maratonista Ednalva Lauriano, que conduziu nos 200 metros finais. Emocionada, Pretinha, como é mais conhecida, lembrou que não teve a oportunidade de participar de uma olimpíada e que isso deixou uma lacuna na sua carreira. “Infelizmente não tive a chance de brigar por uma medalha olímpica. Quem é atleta sabe que não fazer parte desses jogos, fica com o sentimento de que está faltando alguma coisa. Mas na vida a gente só tem o que Deus quer”, declarou.

Relacionadas