quinta, 19 de outubro de 2017
Natação
Compartilhar:

Travessia reúne mais de 100 nadadores em João Pessoa

Franco Ferreira / 21 de março de 2016
Foto: Divulgação
Considerado um dos principais eventos do Nordeste, a Travessia em Mar Aberto, promovido pela Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal da Paraíba (Apcef-PB) reuniu neste domingo 117 nadadores da Paraíba, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e Pernambuco, contando com participantes mais idosos e muitos jovens.

O evento que chegou a 8ª Edição, se afirmando cada vez mais no calendário esportivo e turístico da Paraíba, de acordo com o presidente da Apcef, Carlos Espinola. "A cada ano se confirma a grandeza deste nosso evento, que passou de ser só da Paraíba para ser prestigiado por nadadores de todo Brasil".

Com saída na praia de Cabo Branco, os participantes nadaram cerca de 3.500 metros até chegarem em Piãozinho, um banco de areia, uma ilha temporária, de acordo com o professor Aluilson Costa, organizador da travessia. "Temos de seguir o movimento da maré. A saída aconteceu as 9h, quando a maré estava mais baixa e logo que a maré passa a subir temos de retornar".

O banco de corais, Picãozinho é cobertos pela água do mar, que ficam visíveis quando a maré está baixa, formando piscinas naturais de águas tão claras que permitem a você, visualizar peixinhos coloridos e outros animais marítimos.

O vice-presidente da Apcef-PB, Sérgio Meira, acrescentou que, "a presença de delegações vindas de Natal, Recife e Brasília mostra a credibilidade que a travessia ganha a cada ano. Este sucesso nos encoraja mais ainda, e toda diretoria da Apcef-PB se motiva para promover novos eventos".

O primeiro

O paraibano Franklim Pinheiros, 64 anos, foi o primeiro a concluir o percurso de 7.000 metros (3.500 para ir e 3.500 para a volta), gastando 47m48ss. Ele preferiu completar a travessia sem aproveitar o descanso em Picãozinho, assegurando que seu objetivo foi testar sua capacidade para outras competições.

Mas, não foi ele entres os participantes o primeiro a chegar na praia. O estudante, Moisés Arcanjos nadou cerca de 500 metros e desistiu da prova, alegando cansaço. Ele foi socorrido pelo resgate do Corpo de Bombeiros. "Eu não estava passando bem, e preferiu desistir, mas está tudo bem", disse Moisés.

O mais idoso

O nadador mais idoso da 8ª Travessia em Mar Aberto promovido pela Apcef-PB foi o paraibano Wagner Ribeiro, 67 anos, que mostrou muita disposição. Ao seu lado estava o mais jovem do evento, o estudante Rafael Brito, 17 anos, de João Pessoa, que pratica natação no Esporte Clube Cabo Branco.

A nadadora Bernadete de Lourdes, 67 anos, participou do evento neste domingo, mas não deixou de prestigiar os colegas de natação. "Estou com problema de joelho e por recomendação médica não me escrevi. Mas a vontade foi grande", disse dona Bernadete, uma especialista da natação master, em piscinas e mar aberto.

Relacionadas