segunda, 08 de março de 2021

Kitesurf
Compartilhar:

Começa o Campeonato Brasileiro de kitesurf em João Pessoa

Beto Pessoa / 07 de setembro de 2017
Foto: Beto Pessoa
Dois importantes campeonatos começaram a esquentar a temperatura na praia do Cabo Branco, em João Pessoa. A segunda etapa do Brasileiro de Kitesurf (modalidade Hidrofoil) e o 40º Norte-Nordeste de Vela tiveram início às 10h  desta quinta-feira (7) e seguem até sábado (9) quando 60 atletas terão passado pelas águas paraibanas.

Um dos mais antigos a competir, Edvaldo Barbosa é referência entre os atletas da vela. Ele tem 73 anos, mas tem a disposição de quem acaba de entrar no esporte. “Isso é vontade de viver. Comecei a velejar 30 anos atrás, mas sinto como se ainda tivesse 40 anos de idade. Eu disputo na natureza, o mar é meu ‘chão’, isso me inspira a continuar competindo e também inspirando os mais jovens”.

O atleta acumula 11 títulos no Campeonato Brasileiro de Vela, seis na modalidade Laser Radial e outras cinco na Laser 4.7 Para o organizador do campeonato, Júnior Menezes, os campeonatos mostram a força do Estado no esporte. “Temos atletas de Santa Catarina, Rio de Janeiro, Pernambuco, Maranhão, como também grandes nomes da Paraíba. O Hidrofoil é uma modalidade que têm crescido muito nos últimos anos, será disputado nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2018, isso tem aumentado a evidência do esporte. O páreo está acirrado e temos grandes nomes nesta disputa”.

Um destes nomes é o paraibano Wilson Bodete, tricampeão mundial máster no Kiterace. A categoria Hidrofoil é nova na sua carreira, mas já deve trazer bons resultados este ano. “O clima está em ótimas condições, com ventos constantes. A expectativa é que a gente tenha quatro regatas por dia, com atletas de renome nacional, o que torna a competição mais interessante. Estou focado e preparado para a competição”.

Bodete treina e disputa com o filho, Arthur Veloso, que segue as mesmas “remadas” do pai. “Estamos competindo há três anos. Arthur cresceu, está mais forte. A gente treina todos os dias, não só no mar, mas a parte do condicionamento físico na academia e no ciclismo. Este campeonato vai servir para analisar a evolução de Arthur para as próximas disputas”.

Outro destaque na modalidade Hidrofoil é a paraibana Nayara Licarião. Mesmo afastada das águas por alguns anos, ela é forte candidata ao pódio. “Fui mãe e precisei ficar três anos afastada. Em agosto intensifiquei meus treinos e vou entrar para fazer o meu melhor, as expectativas estão altas”, disse.

A atleta comentou ainda o crescimento da modalidade. “Hoje temos muitas meninas participando na categoria Hidrofoil, o que é excelente para o esporte. Já temos 4 atletas na competição, numa das cidades mais belas e favoráveis ao esporte, que é João Pessoa. Até sábado podemos esperar um evento bonito e com altas disputas”.

Relacionadas