sábado, 16 de janeiro de 2021

Esportes
Compartilhar:

João Pessoa terá Pedal Solidário para arrecadar fundos para hospital

Amauri Aquino / 23 de janeiro de 2018
Foto: RAFAEL PASSOS
Três meses após a realização da segunda Corrida do Bem, o deputado estadual (PSDB) e presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer, Bruno Cunha Lima, fez uma visita ao Sistema Correio na tarde desta segunda-feira. O motivo? Divulgar a parceria com o Instituto Walfredo Guedes Pereira, responsável pelo Hospital São Vicente de Paulo. É que nesta terça-feira (23), às 9h, haverá o lançamento do Pedal Solidário, na casa de recepções Popótamus Buffet, em João Pessoa.

O objetivo principal é arrecadar fundos para a unidade hospitalar que trata pacientes com câncer. Na ocasião, Bruno fez o convite à diretoria executiva do Sistema Correio, Beatriz Ribeiro: “Pedi o engajamento do Sistema Correio. É que tanto o Sistema, quanto a Fundação Solidariedade, trata muito de questões sociais, por isso o reconhecimento da ONU - de abraçar essas causas, e nós temos tido um parceiro importantíssimo. Mais uma vez vim bater a porta e pedir ajuda”, explicou o parlamentar.

A Frente Parlamentar, através da Corrida do Bem, arrecadou no ano passado fundos para o Hospital da FAP (Campina Grande) e Napoleão Laureano (João Pessoa). Entre patrocinadores e vendas de kits, os dois eventos arrecadaram mais de R$ 300 mil para as unidades hospitalares e a ideia é continuar ajudando a mais outra instituição.

“O intuito maior é levantar a causa dos hospitais e das instituições filantrópicas do estado que prestam um belíssimo serviço, já que atendem a tantas pessoas que precisam. E se elas precisam, a gente tem que se unir nessa causa porque acima da causa esportiva, nós estamos falando de um hospital que presta um grande serviço para a sociedade”, completou, Bruno.

Já, Beatriz Ribeiro destacou que ações como essas visam formar uma verdadeira corrente do bem, onde entidades e a população se engajam por uma causa nobre. A diretoria disse também da felicidade em poder estar colaborando com o projeto.

“Nós realmente temos essa obrigação e esse objetivo com a Fundação Solidariedade, que é de apoiar as pessoas que fazem este trabalho. Bruno tem feito essa caminhada muito bonita, e nós do Sistema Correio iremos continuar colaborando porque cada um fazendo um pouco, o bem pode ser disseminado para ajudar muitas vidas e muitas pessoas que precisam”, garantiu.

O Hospital. Com mais de 100 anos de fundação, tem atualmente 250 pacientes realizando o tratamento do câncer. A unidade filantrópica oferece consultas ou revisões mensais, inclusive com exames laboratoriais, com os médicos oncologista e hematologista para assegurar que a quimioterapia esteja adequada.

Relacionadas