terça, 16 de julho de 2019
Futebol
Compartilhar:

Vitória sobre Tombense pode garantir R$ 1,45 milhão ao Belo

Gabriel Botto / 26 de fevereiro de 2019
Foto: Allan Hebert
A delegação do Botafogo-PB viajou ontem para Tombos-MG, onde vai enfrentar a equipe do Tombense, nesta quinta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil. A partida é a mais importante do ano até o momento, pois, em caso de classificação, o Belo trará para João Pessoa uma premiação de R$ 1,45 milhão de reais, valor que garantiria, por exemplo, quase cinco meses de pagamento para os atletas, comissão técnica e funcionários do clube da Maravilha do Contorno.

A importância do jogo é comentada pelo presidente do Alvinegro da Estrela Vermelha, Sérgio Meira. O dirigente afirmou que a classificação em Tombos-MG, além de confirmar o bom momento da equipe comandada pelo treinador Evaristo Piza, representa uma tranquilidade financeira para o clube, que terá condições de honrar compromissos anteriormente firmados.

“Uma vitória contra o Tombense-MG, além de consolidar a boa performance da nossa equipe, significa um aporte financeiro acima de R$1.300.000,00 reais. Este valor nos garante honrar compromissos já assumidos e nos dará suporte para continuarmos investindo no clube, tanto no patrimônio, folha de pessoal, como também nas competições que o Botafogo-PB está participando”, disse Sérgio Meira.

Ainda conforme Sérgio Meira, em caso de classificação em Tombos-MG, os jogadores do Belo receberão uma premiação extra pela vitória, o tradicional ‘bicho’. O dirigente do Botinha afirmou que os valores ou porcentagens que serão destinadas aos atletas não são divulgadas, mas já é um estímulo a mais para trazerem a classificação para a Paraíba.

Dinheiro em caixa. Disputando outra competição que garante valores indispensáveis para o planejamento, o Botafogo-PB já garantiu mais de dois milhões de reais até o momento. Pela Copa do Nordeste, o clube garantiu R$1,22 milhão apenas pela participação no torneio, além de R$ 1,15 milhão nas duas primeiras fases da Copa do Brasil (R$ 525 mil na primeira fase e R$ 625 mil na segunda fase).

Relacionadas