segunda, 14 de outubro de 2019
Futebol
Compartilhar:

Treze quer ‘cantar de galo’ no Presidente Vargas

Franco Ferreira e Geovanna Teixeira / 04 de novembro de 2016
Foto: Arquivo
Com quase 80 anos de existência, o Presidente Vargas é, sem dúvidas, o maior patrimônio do Treze. Chamado de PV, que por muito pouco não saiu das mãos do Galo da Borborema por causa das inúmeras vezes que foi a leilão, agora volta a ser o centro das discussões no futebol paraibano. É que o alvinegro quer jogar novamente na sua casa, fato que não acontece desde 2014. O local ainda está vetado pela Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, que alega falta de laudos de segurança atualizados.

O Treze, que é o único time de futebol da Paraíba que possui estádio, já manifestou interesse em resolver todas as pendências alegadas pela Comissão. Segundo o diretor alvinegro, Allan kardec Morais, a ideia é estudar a realização das partidas jogo a jogo.

O principal objetivo, segundo Alan Kardec, é economizar nas despesas para a realização dos jogos. O dirigente declarou que é mais prático para os torcedores comparecerem ao PV, além de ser mais barato para a diretoria, ao invés de sediar jogos no Amigão. Outra vantagem que o Galo da Borborema visa é o bônus na parte técnica, já que o time vai jogar onde treina diariamente.

Mais discussão. Este assunto começou a ser discutido na reunião do Conselho Arbitral, realizada na semana passada, na sede da FPF e o martelo deverá ser batido hoje, às 9h30, no encontro que vai ocorrer no auditório do MP-Procon, em João Pessoa. O evento servirá para avaliar os laudos técnicos de todos os estádios da Paraíba.

Devem participar da reunião de hoje, representantes da Vigilância Sanitária; Corpo de Bombeiros, Polícia Militar; Crea, FPF, além dos gestores dos estádios Marizão, Perpetão, CT Ivan Tomaz, Almeidão e Amigão.

"A intenção da nossa diretoria é mandar as partidas no Presidente Vargas, que é a nossa casa. Porém, tudo será de acordo com a conveniência do clube, analisando jogo a jogo" - Alan Kardec Morais. Dirigente do Treze.

Relacionadas