segunda, 20 de maio de 2019
Treze
Compartilhar:

Para evitar prejuízos na preparação, Treze começa reforma no gramado do PV

Marques de Souza / 04 de outubro de 2017
Foto: Antonio Ronaldo
CG esportes treze gramado 021017AR04
O Treze já começou a organizar sua casa. Pensando na próxima temporada, uma reforma será feita no gramado do Estádio Presidente Vargas. O grande objetivo do clube, além de ter uma grama em bom estado, é não repetir o modelo de pré-temporada adotado no ano passado. O trabalho deve durar 20 dias.

No final do ano passado, a grama do estádio estava sem condições de uso. Com isso, o time precisou se deslocar para o distrito de Galante e para a cidade de São Sebastião de Lagoa de Roça, além de outros campos. Por conta das viagens, o clube teve prejuízos financeiros que poderiam ter sido evitados, caso os trabalhos fossem realizados no PV.

“A manutenção já começou e estamos contratando outras pessoas para acelerar o processo. Nós tiramos alguns defeitos que havia, e vamos iniciar os outros processos como adubação”, afirmou o presidente do clube, Juarez Lourenço. O trabalho no estádio deve ser concluído no início de novembro, quando também está sendo especulado o início da pré-temporada alvinegra.

“Queremos fazer todo o processo de pré-temporada em nosso estádio. No ano passado, precisamos nos deslocar para vários lugares, e sofremos bastante”, concluiu Juarez.

Alternativa

Com a reforma do Estádio Amigão, que também passará por mudanças no gramado, o Estádio Presidente Vargas surge como uma alternativa para que os clubes de Campina Grande mandem seus jogos. Pela rivalidade, o Campinense descartou a possibilidade. Já a diretoria do Serrano acenou como favorável a ideia.

O presidente do Treze, no entanto, destacou que somente o Galo deve mandar seus jogos no PV. “Um campo desse não tem condições de absorver vários jogos. Estamos cuidando da nossa casa, para o desenvolvimento do nosso trabalho. É praticamente inviável receber outro time”, afirmou.

Relacionadas