terça, 11 de maio de 2021

Nacional de Patos
Compartilhar:

TJDF-PB julga episódio de pancadaria do Nacional de Patos no sub-19

Franco Ferreira / 12 de setembro de 2018
Foto: Reprodução/TV Correio
Um mês após a confusão envolvendo Nacional de Patos e CSP, pela fase semifinal do Campeonato Paraibano de Futebol sub-19, a 3ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), julgará o caso nesta quarta-feira (12), às 18h30.

São denunciados o presidente do Nacional de Patos, Alisson Nunes, o atleta Paulo França e o massagista Carlos Antonio Sousa. Alisson está indiciado no artigo 254-A; Paulo França responde também pelo artigo 254-A, enquanto que Carlos Antonio está incurso no artigo 243-A, todos do CBJD.

O jogo entre Nacional de Patos e CSP aconteceu no dia 12 de agosto, no estádio José Cavalcanti, em Patos e terminou com um empate em 1 a 1. Com isso, a decisão da vaga foi nas cobranças de pênaltis, com uma vitória do CSP por 5 a 4. Depois da partida, dirigentes, jogadores e membros da comissão técnica agrediram o árbitro Tiago Ramos.

O Nacional deve ser defendido pelo seu próprio presidente, Alisson Nunes Costa. “Este assunto vou definir no dia do julgamento. Estamos decidindo se eu mesmo faço a defesa ou se o clube contrata um advogado”, disse o dirigente do clube nacionalino que não poupou críticas pela pressa do julgamento.

“Lamento esta pressa do Tribunal, em convocar o julgamento do Nacional, enquanto são não se fala sobre os escândalos do futebol paraibano (Operação Cartola), que envolve clubes, a Federação, o próprio Tribunal, árbitros e funcionários da FPF”, desabafou o presidente do Nacional.

Relacionadas