terça, 26 de janeiro de 2021

Nacional de Patos
Compartilhar:

Indefinição com patrocinador atrasa acerto do Nacional de Patos com Marcos Nascimento

Allan Hebert / 01 de novembro de 2017
Foto: Assuero Lima
Técnico Marcos Nascimento - Assuero Lima
Enquanto os outros nove times que vão participar do Campeonato Paraibano 2018 já confirmaram seus respectivos treinadores e seguem anunciando reforços, o futuro do Nacional de Patos na próxima temporada ainda está indefinido. Responsável por recolocar a equipe na elite, o técnico Marcos Nascimento tem tudo para permanecer no comando do clube, mas tudo depende de um acerto com o patrocinador. Além disso, a diretoria do Verdão Maravilha ainda não confirmou um reforço sequer. Marcos Nascimento é professor das Faculdades Integradas de Patos (FIP), entidade esta que patrocinou o Naça na Segundona, bancando o salário dos membros da comissão técnica e ainda fornecendo toda a estrutura da faculdade para os atletas do Canário do Sertão. De acordo com o presidente do clube, Alisson Nunes, o acordo está próximo de ser fechado para a temporada 2018.

"Ainda não definimos porque o dono da FIP (João Leuson) viajou para o exterior e agora vamos nos reunir apenas na semana que vem para resolver essa situação. É só a questão do acerto financeiro, não é se ele (Marcos Nascimento) quer

ficar no clube ou não”, explicou o dirigente.

Alisson Nunes fez questão de tranquilizar a torcida e afirmou que boa parte do elenco já está contratado. “Nós estamos nos reforçando, só que vamos deixar para anunciar os nomes a partir do dia 10 de novembro. Nosso time ainda não está completo,

mas já temos uma boa base”, adiantou.

Ainda de acordo com o cartola, a plantel do Naça no Paraibano deve ter entre 25 e 30 jogadores e folha salarial deve ser de aproximadamente R$ 100 mil. A pré-temporada ainda não tem data marcada definida, mas deverá ser iniciada na primeira semana de dezembro.

Em dezembro

Ao lado de Atlético de Cajazeiras, Sousa e Iguatu-CE, o Nacional deve participar de um torneio amistoso durante a pré-temporada. A ideia dos times paraibanos é evitar amistosos pouco construtivos e já iniciar o estadual na "ponta dos cascos".

Relacionadas