segunda, 20 de maio de 2019
CSP
Compartilhar:

Publicação no BID da CBF coloca em xeque, possível punição ao CSP

Franco Ferreira / 18 de outubro de 2017
Foto: Reprodução/CBF
Finalmente, parece que o caso envolvendo o Internacional-PB contra CSP e Federação Paraibana de Futebol (FPF) teve um desfecho. Ontem, a entidade máxima do futebol paraibano se pronunciou, após a solicitação de informações por parte do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), através do auditor Francisco Serpa di Lorenzo e garantiu que não há nada que impeça o tigre praieiro de disputar qualquer competição estadual ou nacional.

Mesmo assim, o julgamento que aconteceria amanhã foi adiado para a próxima quinta-feira, segundo o presidente da corte, Lionaldo Santos Silva. O magistrado disse que a sessão precisa acontecer para cumprir a tramitação do processo.

Além da informação da ausência de qualquer impedimento confirmada pela FPF, o CSP conseguiu ontem regularizar o jogador Fábio Lima da Costa, que antes estava na Desportiva Guarabira. O time pessoense estava com o seu acesso ao sistema da CBF bloqueado, mas a contratação do atleta confirmou o desbloqueio.

Para o presidente Josivaldo Alves, só foi confirmada uma certeza que o clube sempre sustentou.

Por outro lado, o presidente Tassiano Gadelha, disse que o Internacional agora vai buscar seu o direito nas instâncias superiores instancias da Justiça Desportiva. “Caso o Tribunal entenda diferente de nós, não reconhecendo a ação, entraremos com um recurso junto ao Superior Tribunal de Justiça”, afirmou.

Tassiano ainda garantiu que o CSP continua sem acesso ao BID para fazer transferências e contratações de jogadores. Segundo ele, o caso de Fábio é referente ao fim de contrato na Desportiva e por isso, automaticamente ele retorna ao seu clube de origem. “O jogador Fábio que aparece no BID estava na Desportiva Guarabira e está apenas voltando”, disse.

Relacionadas