quinta, 25 de fevereiro de 2021

Botafogo
Compartilhar:

Levantamento mostra a relação rendimento do Belo x presença de RO19

Allan Hebert / 28 de junho de 2017
Foto: RAFAEL PASSOS
Artilheiro do Botafogo na temporada, com 19 gols, Rafael Oliveira é disparado o jogador mais importante do elenco do Alvinegro da Estrela Vermelha. Mas, devido a uma série de pequenas lesões, que atormentam a vida do jogador, o centroavante já desfalcou o time em dez dos 36 jogos em 2017. E os números mostram bem a depedência que o time tem de seu goleador.

Com Rafael em campo, o Botafogo disputou 26 partidas, com 16 vitórias, quatro empates e apenas seis derrotas, o que representa um aproveitamento de 66,6%. Nos dez jogos em que ele desfalcou a equipe, seja por lesão ou poupado, o rendimento do Alvinegro da Estrela Vermelha cai para 53,3%.

O número de gols do clube também cai bastante sem o jogador. Com ele, foram marcados 45 em 26 partidas, sendo que 19 foram anotados pelo próprio Rafael. Sem ele em campo, o Belo só anotou seis em dez partidas.

Na última rodada da Série C, Rafael voltou a ser decisivo ao marcar o gol da vitória sobre o Confiança-SE, que encerrou um tabu de quase dois anos sem vitória fora de casa pela competição nacional, mas infelizmente deixou o campo com um edema na panturrilha direita e deve ser desfalque para o confronto contra o ASA-AL, domingo, em Arapiraca.

Para a alegria do técnico Itamar Schülle, com a chegada de reforços de qualidade no setor ofensivo, como Magno, Dico, Roger Gaúcho e Cleyton, o Botafogo vem sendo menos dependente de seu artilheiro na Terceirona. Rafael marcou apenas um dos sete gols anotados pelo time e nos dois jogos que ficou de fora, o Belo venceu um e empatou outro.

Muito bem. Após sete rodadas, o Botafogo divide a liderança do Grupo A com o CSA-AL, ambos com 14 pontos. O Belo perde no desempate no saldo de gols.

Relacionadas