segunda, 10 de dezembro de 2018
Botafogo
Compartilhar:

Leston júnior completa 20 jogos com aproveitamento de quase 70%

Allan Hebert / 28 de março de 2018
Foto: Rafael Passos
Contestado pela torcida quando foi anunciado como técnico do Botafogo para 2018, Leston Júnior aos poucos vai calando os críticos. No triunfo sobre o Treze por 2 a 1, no último domingo, que colocou o Belo bem próximo da final do Campeonato Paraibano, o treinador chegou ao seu 20º jogo no comando do clube e ostenta números impressionantes, bem superiores ao de Itamar Schülle, último profissional antes dele a iniciar uma temporada pelo time da Capital.

Até aqui, o Alvinegro entrou em campo 20 vezes por três competições diferentes (Paraibano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil) e ostenta 12 vitórias, cinco empates e apenas três derrotas, o que representa um excelente aproveitamento de 68,3%. Sua equipe também impressiona pelo alto número de bolas nas redes adversárias. Foram 38 gols marcados até aqui.

Itamar Schülle fez uma boa temporada pelo Botafogo em 2016, ano em que o clube quase subiu para a Série B do Campeonato Brasileiro, mas seus números nos 20 primeiros jogos foram bem inferiores aos de Leston. O Belo comandado por ele nas mesmas competições somou oito vitórias, oito empates e quatro derrotas, um aproveitamento de 53,3%.

Sem querer rivalizar com os números conquistados por Schülle, o jovem treinador de apenas 39 anos fez questão de enaltecer o trabalho ao longo dos últimos quatro meses. Vale lembrar que o mineiro pegou o Alvinegro da Estrela Vermelha em crise após o quase rebaixamento para a Série D em 2017 e teve que montar um time praticamente todo novo.

“Obviamente que sempre acredito no trabalho, mas claro que sempre consciente de que nem sempre ele traz resultados imediatos. Principalmente quando se começa praticamente do zero como foi aqui no Botafogo. Montar um elenco novo, em 30 dias já estrear oficialmente, jogando três competições paralelas, com jogos a cada três dias e com nível de exigência elevado, eram fatores que sabíamos que dificultaria bastante o processo”, observou o técnico.

Além dos números em si, o Botafogo está vivo em duas das três competições que disputa. O Belo foi eliminado pelo Atlético-MG na segunda fase da Copa do Brasil, mas está bom próximo da final do Estadual.

Na Copa do Nordeste, competição em que o clube foi eliminado nas últimas quatro edições ainda na primeira fase, o técnico está bem próximo de levar a equipe as quartas de final. O Bota lidera o Grupo C da competição regional, com dez pontos, e para avançar precisa apenas de um empate contra o Bahia, amanhã, às 21h45, no estádio Almeidão.

“Espero poder consolidar um trabalho duradouro aqui no Botafogo, para que possamos atingir os objetivos do clube, não apenas nas competições atuais, mas fundamentalmente o sonho do acesso à Série B”, finalizou.

Relacionadas