terça, 26 de janeiro de 2021

Botafogo
Compartilhar:

Defesa do Belo em evolução

Allan Hebert / 08 de abril de 2017
Foto: Rafael Passos
Muito criticada no início da temporada, a defesa do Botafogo começa a dar sinais evolução. Tanto que, nos últimos cinco jogos pelo Campeonato Paraibano 2017, o goleiro Michel Alves só foi vazado em três oportunidades, uma média de 0,6 tentos por partida. O bom desempenho defensivo foi essencial para o clube confirmar a primeira colocação no certame estadual com duas rodadas de antecedência.

“A evolução se deve ao treinamento, ao trabalho e repetição. Também se deve muito a concentração dos atletas que aumentou, principalmente quando o time está sem a bola, na responsabilidade de marcar e fechar os espaços. Quando você treina isso e há uma conscientização coletiva, os resultados são colhidos”, celebrou o técnico Itamar Schülle.

Outro fator determinante para a melhora é o condicionamento físico dos principais nomes do setor. Os zagueiros Plínio e Bruno Maia sofreram com lesões no início do ano e, aos poucos, estão evoluindo e mostrando segurança para seus companheiros.

Os números alcançados nas últimas rodadas são bons, mas de uma forma geral, a defesa ainda está longe da boa fase obtida no ano passado. Em 23 jogos na temporada, válidos pelo Paraibano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil, o time levou 26 gols, que representa uma média de 1,13 por partida.

O sistema defensivo do Belo será novamente colocado à prova amanhã, diante do Paraíba, às 16h, no Estádio Almeidão. Já rebaixada, a equipe de Cajazeiras tem o pior ataque da competição.

Relacionadas