quinta, 04 de março de 2021

Botafogo
Compartilhar:

Contra Sampaio, Belo reencontra algoz Francisco Diá

Allan Hebert / 05 de julho de 2017
Foto: RAFAEL PASSOS
O Botafogo vai encarar o Sampaio Corrêa-MA, domingo, no Almeidão, pela 9ª rodada da Série C, e o jogo vai marcar o reencontro com um velho conhecido do clube e que não costuma trazer boas recordações nas últimas temporadas. Trata-se do técnico Francisco Diá, hoje no time maranhense, e que em 2015 e 2016 foi responsável por comandar o Campinense no bicampeonato paraibano, deixando o Belo com o vice nos dois anos. Comente no fim da matéria.

Em 2015, o Paraibano foi definido em um quadrangular com os quatro melhores da primeira fase e, mesmo sem ter uma final direta entre Botafogo e Campinense, a Raposa levou a melhor, deixando o Belo em segundo. No ano seguinte, o rubro-negro de Diá bateu o Belo já comandado por Itamar Schülle, em decisão com dois jogos muito parelhos, com uma vitória para cada lado.

Nos dois estaduais pelo Campinense, Diá enfrentou o Botafogo em oito oportunidades, com três vitórias, três empates e duas derrotas. O volante Sapé, que chegou ao clube logo após o vice-campeonato de 2016, não quer saber desse retrospecto e só foca na vitória.

“Série C é outra competição. Essa história ficou no passado e temos que pensar agora no presente. É trabalhar forte, ver o que o professor Itamar Schülle vai passar para gente em relação ao adversário e tentar sair com os três pontos”, comentou o volante, que vive a expectativa de voltar ao time titular, já que Djavan cumprirá suspensão automática diante do Sampaio.

Relacionadas