terça, 19 de junho de 2018
Futebol
Compartilhar:

Técnico entrega o cargo e Auto Esporte fica sem Ramiro

Amauri Aquino / 13 de fevereiro de 2018
Foto: Allan Hebert
Durou apenas 17 dias a era Ramiro Souza no Auto Esporte. Ramiro chegou ao clube no fim do mês de janeiro, antes do confronto pela 5ª Rodada, contra o CSP, do Campeonato Paraibano de Futebol. Com a missão de salvar o Clube do Povo da primeira fase do Estadual, o treinador viu o time perder para o Tigre, por 2 a 1, e cobrou reforços.

Com Ramiro, o time disputou três partidas, foram duas derrotas, para CSP e Treze, e o empate na última rodada contra a Desportiva Guarabira. Após o primeiro confronto, a equipe do Macaco Autino começou uma pequena reformulação no elenco. Saíram os atacantes Júnior e Ítalo; chegaram três atletas da categoria de base do Botafogo, mas mesmo assim o time não conseguiu engrenar.

A reportagem tentou entrar em contato por telefone com Ramiro, mas as ligações não foram atendidas. Em contato com o diretor executivo do Botafogo, Francisco Sales confirmou a informação.

“Ele retornou sim. Veio nos comunicar que estava retornando as atividades no clube, e como ele foi emprestado e já sabíamos de seu retorno, ele está de volta”, explicou Francisco. Perguntado sobre o motivo, que fez Ramiro retornar ao Belo, Sales preferiu não comentar.

Fora. O Auto volta à campo no próximo sábado, contra o Serrano, no Estádio Amigão, pela oitava rodada do certame. Sem chances para se classificar, o Clube do Povo se prepara agora para o quadrangular da morte.

Relacionadas