terça, 13 de novembro de 2018
Futebol
Compartilhar:

STJD nega pedido e Série C não para

Allan Hebert / 28 de setembro de 2016
Foto: Rafael Passos
A Série C do Campeonato Brasileiro não vai parar, pelo menos por enquanto. Nessa terça-feira (27), o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Ronaldo Botelho Piacente, indeferiu o pedido de concessão liminar protocolado pelo Clube do Remo-PA que pedia a paralisação da competição devido a uma suposta irregularidade do Botafogo-PB na contratação do volante Sapé, que pertence ao CSP. Com isso, as partidas das quartas de final estão mantidas.

Na decisão, Botelho reconheceu que há uma irregularidade na aquisição do atleta, já que o presidente do CSP, Josivaldo Severino Gomes, estava suspenso por 360 dias quando delegou poderes para que Josivaldo Alves assinasse a contratação de Sapé, em 11/06/2013, assim o contrato seria nulo. No entanto, o presidente do STJD alegou que o Botafogo agiu de boa fé na aquisição por empréstimo do volante.

“Não me parece razoável exigir que o clube (Botafogo-PB) ao contratar o atleta Jardson Marcolino Coelho tivesse conhecimento de eventual nulidade no contrato originário firmado com o CSP, tampouco que o presidente estava afastado de suas funções, pois o contrato foi firmado por instrumento público, ademais o atleta está regularmente registrado no BID, sob o número 307961, conforme declara o Departamento de Registro da CBF”, cita Ronaldo Botelho Piacente no despacho.

O presidente do Botafogo, Guilherme Carvalho, o Novinho, comemorou a decisão do STJD e afirmou ainda que o clube pretende acionar o Remo na Justiça por danos morais e financeiros.

“Estamos conversando com a nossa equipe jurídica e estudando qual a melhor forma de acionar o Remo na Justiça para reparar os danos morais e financeiros que a instituição Botafogo sofreu com o processo”, declarou o cartola.

Além do pedido de liminar, o Remo entrou com uma Notícia de Infração que está sendo analisada pela Procuradoria da Justiça Desportiva. Caso seja punido, o Botafogo perderia 18 pontos pelos jogos em que Sapé foi escalado. Assim, o clube seria automaticamente rebaixado.

Relacionadas