segunda, 24 de setembro de 2018
Série D
Compartilhar:

Defesas de Jeferson garantem a classificação do Campinense no Amigão

Da Redação / 10 de junho de 2018
Foto: Samy Oliveira/Campinense
Nem o Campinense, muito menos a sua torcida admitiriam uma eliminação após uma campanha regada a invencibilidade há vários jogos, além de sustentar o melhor aproveitamento dos 128 times do futebol brasileiro na atual temporada. Com este sentimento dominando o Estádio Amigão na tarde deste domingo (10), o rubro-negro cumpriu o seu papel e garantiu a classificação para a próxima fase.

Depois de perder por 1 a 0 no tempo normal para o Itabaiana-SE, o Campinense teve a última chance de decidir a vaga nos pênaltis, já que havia vencido o primeiro confronto pelo mesmo placar. Em uma noite inspirada do goleiro Jeferson, que defendeu duas cobranças, a Raposa acabou fazendo 6 a 5 nas penalidades.

Agora, o Campinense enfrentará o Brasiliense, que eliminou o Sergipe no sábado (9). No primeiro duelo, o Jacaré venceu por 2 a 1 e na volta, em Aracaju, o empate em 0 a 0 classificou o time do Distrito Federal. As datas da próxima fase ainda serão divulgadas, mas o que o time paraibano já sabe é que jogará a primeira partida fora de casa e depois volta para decidir a classificação para a próxima fase, mais uma vez, no Amigão.

O jogo

Desde os primeiros minutos, o Campinense já dava sinais de que jogando ao lado do seu torcedor, queria garantir a classificação com um resultado positivo. As investidas que a Raposa fez no ataque foram por causa de dois escanteios, sendo um defendido pelo Itabaiana e outro com William Goiano cabeceando para fora. Aos cinco minutos, falta para o Itabaiana e Diego Torres cobrou. O chute foi direto na trave do goleiro Jefferson, assustando o defensor raposeiro.

Um minuto depois, o rubro-negro respondeu. Thiago Potiguar fez boa jogada, driblou o goleiro Andrade e tocou para Rodrigo Silva. O atacante chutou de primeira, porém Carlos Henrique apareceu como ‘salvador da pátria’ e tirou a bola de cima da linha do gol.

De tanto insistir, os visitantes marcaram o único gol do jogo aos 27 minutos. Cobrança de falta de Juninho, Paulinho Macaíba tocou de cabeça e antes da bola balançar as redes, quem completou foi o zagueiro Ramon.

O segundo tempo foi de um duelo entre o ataque rubro-negro e o goleiro Andrade. A blitz começou aos 13 minutos com Muller Fernandes, que deixou para Marcelinho e o meio-campista mandou uma bomba, obrigando o defensor sergipano fazer uma grande defesa.

Aos 23 minutos, outra chance. Marcinho cruza, Andrade se atrapalha no momento da defesa e Muller Fernandes tenta tocar para alguém, mas a bola vai no meio da área e ninguém aparece.No finalzinho, aos 41, a Raposa ainda tentou, mas sem êxito. Denilson recebeu na área, tirou a zaga do Itabaiana de cena e chutou, mas a bola acabou indo pela linha de fundo.

Com o resultado de 1 a 0 para os sergipanos, o jogo foi para os pênaltis. Após duas brilhantes defesas de Jeferson, o Campinense garantiu a classificação, vencendo por 6 a 5.

Relacionadas