segunda, 12 de abril de 2021

Série D
Compartilhar:

Campinense perde nos pênaltis e é eliminado

Raniery Soares / 21 de agosto de 2016
Foto: Chico Martins/Arquivo
O que faltou? Esta pergunta não sai da mente da comissão técnica, elenco e torcida do Campinense. Mesmo vencendo o Itabaiana por 2 a 0 no jogo de ida, no Amigão e carregando esta vantagem para a partida deste domingo (21), no Estádio Etelvino Mendonça, a Raposa entrou de uma forma irreconhecível em campo. Tanto que perdeu pelo mesmos 2 a 0 no tempo normal e ainda foi derrotado na cobrança de pênaltis por 4 a 3. Veja aqui como foi o confronto.

O resultado tira o rubro-negro paraibano do Campeonato Brasileiro e deixa o time sem continuidade de calendário neste segundo semestre. Já o Itabaiana enfrentará na próxima fase o Esporte Clube São Bento, de Sorocaba (SP). 

O jogo

Itabaiana e Campinense já mostravam desde os primeiros minutos que o duelo não seria nada fácil. A Raposa ‘ostentava’ a vantagem de ter vencido por 2 a 0, jogando em casa e por isso atacava tão somente quando aproveitava as falhas do adversário.

Em três minutos, o Tremendão teve duas grandes chances de abrir o placar. A primeira veio aos 20, com um bom chute cruzado de Elyeser, obrigando o goleiro Glédson fazer uma bonita defesa. Aos 23, uma jogada quase idêntica, desta vez pelos pés de Sorriso, que chutou de primeira para mais uma defesa do goleiro da Raposa.

Porém, a reação do Campinense não demorou muito. O atacante Reginaldo Júnior se livrou da marcação e chutou forte. No rebote, Jussimar pegou de primeira, mas a bola foi para fora. Depois desse lance, outras oportunidades ainda foram conquistadas, contudo sem balançar as redes.

Até então, o rubro-negro estava classificado para a próxima fase, só que os donos da casa não estavam conformados com o resultado, tanto que o Itabaiana abriu o placar logo no retorno do intervalo.

Dois minutos de bola novamente rolando e o árbitro marcou pênalti para o Tremendão. Fabiano Tanque cobrou e o goleiro Glédson não conseguiu fazer a defesa.

O placar ainda deixava o Campinense confortável, mas aos 40 minutos veio o pior. Diogo Pereira vem em velocidade pela direita e cruza dentro pequena área, após visualizar Léo Paraíba em uma posição privilegiada. O jogador recebe o ‘presente’ e tem o trabalho apenas de completar de cabeça para o fundo do gol.

Duelo nos pênaltis

Veio a hora mais temida. O Campinense começou a série de cobranças com Alex Sandro, que chutou para a defesa de Alex. Depois Glédson, da mesma forma do adversário, defendeu a cobrança de Fabiano Tanque. Jussimar e Joécio conseguem marcar para o Campinense, além de Sorriso para o Itabaiana.

João Carlos conseguiu ampliar para a Raposa, mas Rafael não contou com a mesma sorte, chutando na trave. Léo Paraíba fechou a primeira sequência, balançando as redes para o Tremendão.

Nas alternadas, Joadson faz uma cobrança absurda e perde. Fred, com a responsabilidade de classificar o Itabaiana, balança as redes.

Relacionadas