terça, 24 de abril de 2018
Série C
Compartilhar:

Sem Magno, Botafogo-PB pode ter estreia de Patrick Mota como titular

Amauri Aquino / 24 de agosto de 2017
Foto: Amauri Aquino
Fazendo contas para buscar a classificação à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C, o elenco do Botafogo-PB está numa semana dura de treinos visando o confronto diante do Confiança-SE no domingo (27), pela 15ª rodada, no Estádio Almeidão.  Contra o Dragão, o Belo não vai poder contar com o volante Magno, expulso contra o Remo-PA e o lateral-esquerdo Fernandes que está vetado pelo departamento médico, devido a uma lesão no músculo posterior da coxa direita.

Com as forçadas modificações no time titular, atletas com pouco espaço durante a temporada estarão à disposição do técnico Ademir Fonseca. Um deles, o volante Patrick Mota, enfim poderá mostrar serviço.

Contratado no início de maio após se destacar no Paraibano com a camisa do Treze, Patrick chegou à Maravilha do Contorno valorizado, afinal, o volante foi titular absoluto do time vice-campeão estadual. Mas nem mesmo o bom momento vivido em tempos do Galo fez com que o atleta pudesse ter uma sequencia no time. Segundo o atleta, a forte concorrência no setor foi um dos fatores.

“Sei que tem excelente jogadores na posição, mas quando a chance aparecer, eu vou dar o meu melhor. E vou falar de tudo para ajudar o Botafogo para sair dessa posição incômoda”, comentou.

Os números não são favoráveis a Patrick. Ele só esteve em ação durante 21 minutos: na estréia do time contra o Cuiabá, no Almeidão, quando entrou no lugar do lateral-esquerdo Alyson aos 31 minutos da segunda etapa. E na vitoria sobre o Salgueiro pela quarta rodada do certame. Na ocasião, o meia entrou novamente no lugar de Alyson, e só atuou sete minutos da partida.

Ademir treinou com Patrick e Djavan, formando a dupla de volantes em duas oportunidades durante aos trabalhos táticos no CT nesta semana. Sob a expectativa de, enfim, estrear, Patrick disse que, se for mesmo o escolhido, a torcida não vai se decepcionar. “Na minha passagem pelo Treze eu era um jogador que saia para o jogo, e aqui não será diferente. O torcedor pode esperar bastante raça e comprometimento também. A semana foi boa, tranquila  e temos total confiança para sair do jogo com a vitória”, encerrou.

Relacionadas