quinta, 04 de março de 2021

Série C
Compartilhar:

MP veta entrada da torcida ‘Mancha Azul’ do CSA no jogo contra o Botafogo

Luís Eduardo Andrade / 25 de maio de 2017
Foto: Divulgação
O jogo entre Botafogo e CSA (AL) que acontece neste domingo (28) pela série C do Campeonato Brasileiro nem começou, mas já está dando o que falar. Por recomendação do Ministério Público de Alagoas, o Ministério Público da Paraíba vetou a presença da torcida ‘Mancha Azul’ de maneira caracterizada durante a partida. O órgão acionou os grupos de segurança para impedir a entrada dos torcedores.

A decisão foi repassada aos comandantes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), 1º e 5º Batalhões da Polícia Militar e da Cavalaria da Polícia Militar para que possam promover a segurança no entorno do estádio e vetar o ingresso dos torcedores da ‘Mancha Azul’ de maneira caracterizada.

Torcida extinta

Em 2005, após anos de brigas em estádios, ligação com facções criminosas e utilização do futebol como pretexto para praticar atos de vandalismo, o Ministério Público de Alagoas expediu uma medida judicial, através da 11ª Vara Cível da Capital, que pedia a extinção das torcidas organizadas ‘Mancha Azul’, do CSA e ‘Comando Vermelho’, do CRB. A medida impedia a entrada dos torcedores de maneira organizada em todos os estádios do Brasil. No entanto, de lá pra cá, muita coisa mudou. A torcida ‘Comando Vermelho’ mudou o nome para ‘Comando Alvi-rubro’, e segue ingressando nos estádios. A ‘Mancha Azul’, optou por não alterar seu nome, mas para os membros entrarem nos estádios precisam remover camisas e bonés com a marca da organizada.

‘Mancha Azul’ na bronca

O presidente da torcida organizada, Wanderlly Nunes, alegou que a torcida está proibida de entrar nos estádios apenas em Alagoas, e que a punição não se aplica a todo o território nacional.  “Estamos proibidos em Alagoas, não em todo o Brasil. Ano passado fomos para todos os jogos da série D, e esse ano já fomos para jogos no Maranhão, por exemplo. Nosso setor jurídico já está correndo atrás, entramos em contato com o promotor, enviamos ofício para Polícia, tudo isso pra mostrar que está tudo ok”, garantiu Wanderlly.

Ministérios Públicos integrados

O procurador do Ministério Público da Paraíba e presidente da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, Valberto Lira, informou que a medida foi expelida graças a uma orientação do Ministério Público de Alagoas. “O MP de Alagoas entrou em contato conosco, e deu ciência desta proibição, onde por episódios que aconteceram em Maceió durante jogos do CSA, a torcida ‘Mancha Azul’ está proibida de participar de forma caracterizada da agremiação ao qual essa torcida representa no âmbito nacional. Qualquer elemento que identificar essa torcida com suas charangas, bandeiras ou camisetas não será autorizado a entrar no estádio”, salientou Valberto Lira.

Apesar da decisão, o presidente da torcida organizada afirmou que mesmo se a decisão não for derrubada até a data da peleja, a ‘Mancha Azul’ comparecerá ao Estádio Almeidão, no próximo domingo (28). “Todo mundo quer prejudicar a torcida do CSA. Mas se proibirem mesmo, a ‘Mancha Azul’ vai estar lá de todo jeito”, garantiu o presidente Wanderlly Nunes.

Relacionadas