quinta, 14 de dezembro de 2017
Série C
Compartilhar:

Com viradas e apagão, Belo vence o Moto Club por 3 a 2

Raniery Soares / 13 de agosto de 2017
Foto: Infográfico Correio
A vitória tão aguardada pelo Botafogo-PB veio em uma partida com direito a tudo, inclusive viradas ao longo da partida e até apagão dos refletores do estádio Almeidão. O Time da Maravilha do Contorno venceu o Moto Club-MA por 3 a 2, em jogo válido pela 14ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

Veja todos os detalhes desta partida com a narração em tempo real do Em Cima do Lance

O Belo abriu o placar com Rafael Oliveira, mas logo depois o time maranhense empatou com Paquetá. No finalzinho do primeiro tempo, o rubro-negro virou com Danillo Bala. Na segunda etapa, o Alvinegro da Estrela Vermelha balançou as redes com Roger Gaúcho e depois virou com André Santos, fechando o resultado.

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Remo no estádio Mangueirão, em Belém (PA), às 18h do domingo. No mesmo dia, o Moto Club vai até Arapiraca (AL) enfrentar o ASA, no estádio Fumeirão.

O jogo

A partida começou eletrizante, com o Botafogo abrindo o placar logo aos cinco minutos, através do atacante Rafael Oliveira, no primeiro ataque, com jogada trabalhada. O lance foi criado no meio campo e a bola tocada para o ala Fernandes. Ele cruzou para Dico que tocou para Rafael Oliveira marcar de letra.

Quando o torcedor botafoguense esperava um time, por jogar em casa, com determinação e buscando o segundo gol, se decepcionou com o empate aos nove minutos com o atacante Vinícius Paquetá, tocando de cabeça, depois de uma cobrança de escanteio.

Com isso, o Botafogo perdeu a força ofensiva e esperava o final do primeiro tempo, com o resultado. Mas acabou sendo surpreendido com o gol da virada com o volante Danilo Bala. O camisa sete aproveitou um erro da defesa botafoguense para fazer Moto Club 2 a 1, aos 45 minutos.

O time do Botafogo foi vaiado no intervalo e as torcidas organizadas colocando as faixas de cabeça para baixo. Mas, o treinador do Botafogo Ademir Fonseca trocou Gustavo por Fernandinho. Isso deu certo e o gol de empate aconteceu logo aos cinco minutos com Roger Gaúcho aproveitando cruzamento de Sapé que passou a ser o lateral direito.

Cinco minutos depois, o Botafogo virou o placar com o zagueiro André Santos. Ele recebeu uma bola nas proximidades da área e chutou forte, para vencer o goleiro Saulo, fazendo 3 a 2. O gol seria o gol da vitória do Botafogo, quebrando um jejum de seis rodadas, com seis derrotas.

Depois do gol do Botafogo, o jogo perdeu o brilho e, principalmente, a vontade de buscar o gol. Os botafoguenses passaram a administrar o resultado. O Moto não teve forças, para reagir. Aos 42 falto energia no estádio. O árbitro esperou 20 minutos para recomeçar o jogo. Ainda teve a expulsão do atacante Vinícius Paquetá.

Relacionadas