terça, 02 de março de 2021

Série C
Compartilhar:

Belo sai na frente, mas sofre virada e perde por 2 a 1

Franco Ferreira e Raniery Soares / 30 de julho de 2017
Foto: Pei Fon/TNH1
De virada, o Botafogo-PB perdeu para o CSA-AL por 2 a 1 e amplia a crise vivida na Série C do Campeonato Brasileiro. Já são cinco derrotas consecutivas e agora, o time terá pela frente mais um desafio fora de casa. Jogando no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o Alvinegro da Estrela Vermelha abriu o placar com Dico, aos 43 minutos do primeiro tempo, mas viu Thalles, aos 10, e Dawhan, aos 32 minutos do segundo tempo, virarem o jogo para o Azulão do Mutange.

CSA x Botafogo: Acompanhe como foi a narração desta partida em tempo real

Com o resultado, o Botafogo segue com 14 pontos na tabela de classificação e ocupa a sexta posição. Já o CSA, chega aos 23 pontos, volta à liderança e também a saber o que é vencer após três empates consecutivos.

Na próxima rodada, o Belo vai até o interior pernambucano enfrentar o Salgueiro, enquanto que o CSA visita o Moto Club em São Luís (MA).

O JOGO

O CSA aproveitou a condição de mandante para somar os três pontos e espantar um princípio de crise, devido aos três empates nas últimas rodadas. No primeiro tempo, o Azulão trabalhou muito mais nas jogadas ofensivas e poderia ter saído de campo com um resultado positivo.

Mas, o Botafogo montou um esquema muito ofensivo com três atacantes, o que acabou dando certo. Aos 43 minutos, depois de uma cobrança de falta, a bola sobrou para o atacante Dico. Ele chutou de perna esquerda para fazer 1 a 0 para o Botafogo, placar este que finalizou o primeiro tempo.

O CSA continuou com a mesma dinâmica na etapa final e não demorou muito para empatar. Cobrança de escanteio e o zagueiro Thalles marcou de cabeça. O Botafogo ainda teve uma chance clara com Rafael Oliveira. Ele dominou na pequena área, mas chutou no travessão.

O segundo gol do Azulão aconteceu aos 31 minutos, com o volante Dawhan, fazendo o que seria o placar final. Depois disso, o time alagoano ainda teve outras chances de ampliar. O Botafogo ainda buscou jogadas de bola aérea, mas não teve forças.

O Botafogo agora enfrenta o Salgueiro, no interior de Pernambuco, buscando a reabilitação. Já o CSA vai até São Luís do Maranhão, encarar o time do Moto Club.

FICHA TÉCNICA

CSA 2

Mota; Dick, Thalles, Jorge Felipe e Rafinha; Dawhan, Boquita, Marcos Antônio (Gustavo, no intervalo) (Didira, aos 17' do 2T) e Daniel Costa; Edinho (Daniel Ângulo, aos 25’ do 2T) e Michel.

Técnico: Ney da Matta.

BOTAFOGO 1

Michel Alves; Gustavo (Val, aos 27’ do 2T), Walber, André Santos, Plínio e Fernandes (Cleyton, aos 36’ do 2T); Djavan e Magno; Fernandinho, Rafael Oliveira e Dico (Róger Gaúcho, aos 24’ do 2T).

Técnico: Itamar Schülle

Cartões amarelos:

Daniel Angulo, Dawhan, Boquita e Marcos Antônio (CSA); Plínio, Fernandinho e Rafael Oliveira (Botafogo-PB).

 

Relacionadas