quinta, 03 de dezembro de 2020

Futebol
Compartilhar:

Relator do caso Inter x CSP diz que processo pode atrapalhar Campeonato Paraibano 2018

Franco Ferreira / 29 de outubro de 2017
Foto: Divulgação/TJDF-PB
Serpa di Lorenzo - TJDF-PB - Reprodução/Facebook
O adiamento da sessão que julgará o processo do Internacional contra o CSP e FPF pode atrapalhar o início do Paraibano do próximo ano. Esta possibilidade foi sinalizada pelo relator do processo, o auditor do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), Francisco di Lorenzo Serpa.

O magistrado justifica sua tese, alegando que a Justiça Desportiva precisa ter celeridade e como o julgamento foi transferido para o dia 9 de novembro, Serpa teme que uma das partes recorra a uma instância superior e prolongue o fim do caso. Segundo ele, o artigo 34 do Estatuto do Torcedor diz que “é direito do torcedor que os órgãos da Justiça Desportiva, no exercício de suas funções, observem os princípios da impessoalidade, da moralidade, da celeridade, da publicidade e da independência”.

O julgamento seria na quinta-feira, mas acabou sendo adiado por falta do número mínimo de auditores. Apenas quatro (o presidente Lionaldo Santos, Francisco Serpa, Paulo Freire e Ricardo Barros) compareceram e pelo regimento seriam necessários, pelo menos, cinco.

Relacionadas