quarta, 03 de março de 2021


São Paulo visita o Nacional de Patos, na primeira parte do duelo que vale vaga na elite de 2018

Franco Ferreira / 10 de setembro de 2017
Foto: Arquivo
O clima no elenco do São Paulo Crystal é de muito respeito ao Nacional de Patos, mas o Carcará paraibano vai aproveitar a oportunidade de disputar o primeiro duelo fora de casa, para quem sabe, arrancar um resultado positivo e construir uma vantagem para o jogo da próxima semana, quando os times vão se reencontrar. Hoje, às 17h, os dois times ficarão frente a frente no José Cavalcanti, para os primeiros 90 minutos de uma decisão que vale vaga na final da Segunda Divisão do Paraibano e o melhor, a passagem para a Primeira Divisão do próximo ano.

Para o técnico do Verdão Maravilha, Marcos Nascimento, a verdadeira final da competição estará nos dois jogos que acontecem hoje e na próxima quarta-feira. O comandante do Verdão garante que sabe das dificuldades que o seu time vai enfrentar, mas está confiante por fazer o primeiro jogo ao lado da calorosa torcida alviverde.

“É um time qualificado e chegou até este momento por mérito. Assisti alguns jogos do São Paulo e sei que será um jogo entre duas grandes equipes. Lamento por ter que fazer uma decisão antecipada, mas estamos prontos para o desafio”, disse o treinador do Nacional.

O técnico Maia compartilha do mesmo discurso. “O São Paulo respeita o Nacional, mas não podemos jogar com uma postura defensiva. Precisamos sair para jogar mesmo como visitante, até porque podemos garantir um bom resultado fora e garantirmos a vaga em casa”.

O Tricolor de Cruz do Espírito Santo perdeu duas vezes, sendo uma para a Desportiva Guarabira (2 x 0), ainda na fase de grupos e outra diante do Femar (1 x 0).

A partida da volta está programada para quarta-feira, às 20h, no estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo.

Relacionadas