sábado, 06 de março de 2021


Comissão de Arbitragem da Paraíba suspende trio do ‘Caso Naça’

Raniery Soares / 16 de agosto de 2017
Foto: João da Paz/PB Esportes
José Renato Soares - João da Paz_PB Esportes
Os árbitros Diego Roberto, Schumacher Martins, Paulo Ricardo e Ruthyanna Camila, integrantes do quarteto que trabalhou na partida entre Nacional de Patos e Nacional de Pombal, foram afastados por tempo indeterminado do quadro da arbitragem paraibana. O fato se deu após o gol polêmico que deu a vitória ao time patoense, na partida realizada no sábado (12), no estádio José Cavalcanti.

A informação foi confirmada pelo presidente da Comissão Estadual de Arbitragem da Paraíba, o ex-árbitro José Renato Soares.

Enquanto os jogadores do Nacional de Pombal comemoravam o gol de empate, o Nacional de Patos aproveitou que quase todos os atletas do time adversário estavam no alambrado e reiniciaram a partida. O atacante Jó Boy balançou as redes e a arbitragem não anulou a jogada, validando o gol marcado pelo Nacional de Patos.

Segundo José Renato, o quarteto passará por uma reciclagem durante o período que ficarão sem atividade, para só depois, serem reintegrados.

“A punição foi para toda a equipe de arbitragem. Precisamos sentar e analisar os fatos, tendo em vista a gravidade do lance. Diego é um árbitro que está sendo preparado para integrar o quadro nacional. Ele já está neste processo há dois anos e inclusive, apitou boas partidas na Primeira Divisão do Paraibano”, disse Renato, ressaltando: “eles não vão trabalhar até que todos os fatos sejam apurados”, complementou o presidente, em entrevista ao site PB Esportes.

José Renato considera que o lance foi muito grave e que em hipótese nenhuma poderia ter ocorrido, principalmente em um campeonato em nível estadual e de futebol profissional.

Súmula “vazia”

O árbitro Diego Roberto não citou nada sobre o fato ocorrido em Patos na súmula da partida, publicada na terça-feira (15) no site da Federação Paraibana de Futebol (FPF). Ele confirmou os dois gols marcados pelo Nacional de Patos e um do Nacional de Pombal.

A diretoria do Pombal confirmou que está reunindo elementos e ainda esta semana ingressará no Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJDF-PB) com um pedido de anulação da partida.

Relacionadas