segunda, 21 de setembro de 2020

Futebol
Compartilhar:

Nacional denuncia irregularidades e quer anular o Paraibano da 2ª Divisão

Raniery Soares / 22 de setembro de 2015
Foto: Rafael Passos
O Nacional de Patos quer dar um novo fim ao Campeonato Paraibano da Segunda Divisão. Eliminado na segunda fase, o time patoense reuniu súmulas desde o início da competição e quer provar na justiça que oito, das 12 equipes que disputaram escalaram jogadores irregulares.

O diretor secretário Adilson da Silva Santos revelou que os times são Cruzeiro, Internacional, Sabugy, Serrano, Sport Campina e ainda os semifinalistas Esporte de Patos, Desportiva Guarabira e Picuiense.

No levantamento são aproximadamente 72 jogadores, onde em alguns casos, equipes chegaram a jogar com quase todos os atletas sem terem aparecido no Boletim Informativo Diário Eletrônico (BID-E) da CBF, inclusive alguns chegando até a marcar gols. “Constatamos casos absurdos como Wanesllen de Lima da Desportiva e Claudionei Mendes, da Picuiense, que nem chegaram a aparecer no BID. Um outro episódio foi o de José Kaike, do Sabugy, que jogou no dia 27 de agosto, mas o seu contrato foi encerrado no dia 30 de junho”, garantiu.

Questionado sobre o assunto, o presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues disse que a entidade ainda está aguardando ser citada como parte no processo para se pronunciar oficialmente.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas