segunda, 25 de janeiro de 2021

Futebol
Compartilhar:

Multa de 750 mil impede rescisão de contrato, mas Roger Gaúcho será punido

Franco Ferreira / 24 de maio de 2016
Foto: Rafael Passos / Arquivo
Uma multa rescisória de R$ 750 mil prende Roger Gaúcho ao Campinense. Com isso, dificilmente o jogador terá seu contrato rescindido. Roger Gaúcho voltou a cometer indisciplina, deixando de se apresentar para a concentração para o jogo passado. O treinador Francisco Diá solicitou o afastamento do atleta, que vai continuar treinando, sem faze parte do elenco.

O presidente do clube rubro-negro, José Wiliam Simões, confirmou ontem que o meia Roger Gaúcho vai continuar afastado dos treinamentos. O jogador não compareceu ontem no Renatão. Por isso, o dirigente vai conversar com Roger Gaúcho para definir o futuro do atleta. Temporariamente, o atleta está fora do jogo de amanhã.

O jogador será multado, por não ter cumprindo as determinações da comissão técnica, deixando de comparecer para se concentrar, no jogo de domingo passado. A diretoria do Campinense estuda a possibilidade de emprestar o jogador para um clube da Correa do Sul.

Roger Gaúcho que já defendeu grandes clubes do futebol brasileiro, como Grêmio-RS, Internacional-RS, Santos-SP, Ceará, recebeu recentemente proposta de alguns clubes de Pernambuco, mas as negociações não prosseguiram. Na época, a diretoria do Campinense preferiu continuar com o jogador, devido a participação da Raposa no Campeonato Paraibano, Copa do Brasil e, principalmente, no Campeonato do Nordeste. Enquanto, a diretoria trata do assunto relacionado com o meia Roger Gaúcho, o treinador Francisco Diá cuida da preparação do time para o jogo de amanhã, contra o CSP. Depois do jogo passado, Diá criticou o comportamento do adversário que não saiu para o jogo, no estádio Amigão.

Leia Mais

Relacionadas