segunda, 23 de novembro de 2020

Futebol
Compartilhar:

Ministério Público recomenda adiamento do início do Paraibano

Franco Ferreira / 26 de janeiro de 2016
Foto: Arquivo
Considerando que só ontem chegaram os laudos técnicos dos estádios ao Ministério público, todos em total desarmonia com os dispostos na portaria 290 do Ministério do Esporte, o procurador de justiça e coordenador da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, Valberto Lira recomenda adiamento do início do Campeonato Paraibano ou manutenção da primeira rodada sem a presença de público.

De acordo com o documento encaminhado ao presidente da Federação Paraibana de Futebol, Amadeu Rodrigues, o representante do MP, Valberto Lira, acusa ter recebido os laudos técnicos dos estádios da Graça, José Cavalcanti e Presidente Vargas, e que não atenderam as recomendações do Ministério do Esporte.

Aponta ainda o promotor Valberto Lira que, “a realização de competições esportivas, pela Federação Paraibana de Futebol, nos estádios Almeidão, Amigão, CT Ivan Tomaz, Presidente Vargas, Marizão, Perpetão e Teixeirão, infringe nas normas expressas do Estatuto do Torcedor, no artigo 23.

Depois de receber a recomendação do MP, o presidente da FPF, Amadeu Rodrigues, se reuniu com o diretor jurídico da Entidade, Marcos Souto maior Filho e ficou decidido que serão ouvidos os dirigentes dos clubes, que são os mais interessados nas disputas do Campeonato Paraibano.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas