quarta, 12 de maio de 2021

Futebol
Compartilhar:

Férias só no campo: clubes saem de cena, mas já existe mobilização para 2016

Franco Ferreira e Raniery Soares / 11 de outubro de 2015
Foto: Divulgação
Com Botafogo, Treze e Campinense eliminados das Séries C e D do Campeonato Brasileiro, a bola deixou de rolar no futebol profissional da Paraíba faltando três meses para o término da temporada. Mas fora dos campos já começou a grande batalha entre os dirigentes na busca de contratações para as disputas de 2016 que prometem ser uma das melhores dos últimos anos, em função da movimentação dos cartolas.

Férias antecipadas faz bem ao profissional do futebol? “De maneira alguma”. A resposta é do técnico Ramiro Sousa, que comandou o Botafogo na Série C e tem uma justificativa. “ Bom seria que estivéssemos todos trabalhando e brigando por uma vaga na Série B do próximo ano. Infelizmente não deu. Essa saída antecipada foge dos nossos planos e gera prejuízo financeiro para jogadores, técnicos e para o próprio clube”. Afora Botafogo, Treze e Campinense, os clubes que só disputaram o Campeonato Paraibano em 2015 acumularam um grande prejuízo no setor financeiro, mas não revelam os quantitativos. Eles foram obrigados a rescindir contratos de forma bem antecipada e alguns ainda sofrem com as pendências e com jogadores que recorrem a Justiça do Trabalho na busca dos seus direitos.

Não é fácil conviver com essa realidade, atesta do diretor financeiro do Botafogo, Sérgio Meira, que não escondeu as dificuldades que o clube enfrentou para saldar alguns compromissos pendentes. “ Na realidade esse foi um ano de muitas dificuldades e com essa crise que assola o mundo tudo fica mais difícil. No entanto estamos trabalhando para atender as expectativas daqueles que trabalharam conosco”.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas