quarta, 14 de novembro de 2018
Futebol
Compartilhar:

Ex-jogador esquerdinha morre aos 46 anos em João Pessoa

Raniery Soares / 02 de novembro de 2018
Foto: Divulgação
“Esquerdinha morreu fazendo o que mais gostava: jogando futebol”. A frase, dita por um familiar em uma conversa informal descreve um misto de dor, mas ao mesmo tempo de conforto. O ex-jogador paraibano morreu na quarta-feira (31), aos 46 anos, após participar de uma partida de futebol amador, em Cruz das Armas, na Capital. O velório acontece até hoje, quando às 9h ele será sepultado no Parque das Acácias, em João Pessoa.

Habilidoso, o ex-craque escreveu o nome da Paraíba em passagens marcantes pelo futebol nacional e internacional, com destaque para temporadas no Fluminense-RJ e Porto, de Portugal.

Aposentado desde 2007, Esquerdinha nunca abandonou a arte que proporcionou alegrias para ele e para os que o admiravam. Com presença marcante em competições amadoras, na quarta-feira foi a última vez em que pisou em um gramado.

Segundo alguns amigos que estiveram em seu velório, todos sem acreditar no que aconteceu, relataram que Esquerdinha chegou a jogar aproximadamente dez minutos do segundo tempo de uma partida no Estádio da Graça, mas que logo depois do jogo se sentiu mal.

Nomes como Maurício Cabedelo, Gil Bala, Silvinho, Lauro Carvalho e o ex-atacante Silva, todos consagrados como jogadores de futebol também prestaram solidariedade à família de Esquerdinha.

Um dos seus grandes amigos era o também ex-jogador França Santos, com quem morou quando atuou no futebol de Portugal. Ainda sem acreditar, ele se emocionou ao falar da amizade com Esquerdinha.

“Era um irmão pra mim. Sempre conversávamos pelo WhatsApp e lembro de muitos momentos bons que eu vivi com Esquerda. Na hora em que eu recebi a notícia, mandei mensagem para ele na mesma hora, mas quando ele não respondeu, eu tive a certeza de que era verdade”, disse o amigo.

Carreira

Esquerdinha era José Marcelo Januário de Araújo e nasceu na cidade de Caiçara, no Brejo paraibano, começando a carreira como profissional no Santos de Tereré-PB.

Colecionou passagens por times brasileiros como Botafogo-PB, Santa Cruz-PB, Bahia, Vitória e Fluminense. No exterior, teve atuações marcantes em Portugal (Porto e Académica) e Espanha (Real Zaragoza).

Relacionadas