sexta, 22 de janeiro de 2021

Futebol
Compartilhar:

Greve: Elenco alvirrubro cruza os braços pelo terceiro dia consecutivo

Franco Ferreira / 14 de abril de 2017
Foto: Rafel Passos
Os jogadores do Auto Esporte cruzaram os braços pelo terceiro dia consecutivo. Ainda esperando uma solução da diretoria para quitar os salários do mês de março, o elenco ontem esteve no CT do Mangabeirão, mas sem chuteiras e uniformes de treino.

A preocupação da comissão técnica do Macaco Autino é convencer o time a entrar em campo no domingo, onde enfrentará Internacional, em jogo válido pela 18ª rodada do Campeonato Paraibano.

Aguardando uma posição oficial da diretoria (que em entrevista ao Correio, disse que o salário seria pago assim que fosse liberada a parcela do Programa Gol de Placa), os atletas esperaram até o início da noite o comparecimento de algum representante do time.

Eles reivindicam o pagamento dos salários do mês de março, que deveriam ter sido pagos na semana passada, de acordo com a legislação trabalhista.

O presidente do Auto, Watteau Rodrigues prometeu comparecer na terça-feira para conversar com o grupo, mas acabou não cumprindo o acordo. Com isso, os atletas cruzaram os braços e também não treinaram na quarta-feira, continuando parados até ontem à tarde.

Jogadores e comissão técnica mais uma vez preferiram não dar declarações, alegando que foram orientandos pela diretoria. O gerente de futebol, Cícero Hebert (Beto) resumiu que “só o presidente pode falar com a imprensa sobre isso”.

O Auto Esporte continua com chances de classificação para a próxima fase, precisando vencer o Internacional no domingo. Para conseguir a vaga, o time ainda depende de um empate entre Serrano e Atlético que jogam no Amigão.

Relacionadas