terça, 02 de março de 2021

Futebol
Compartilhar:

Campinense segue contratando e anuncia dois reforços para a Série D

Marques de Souza / 02 de junho de 2017
Foto: Divulgação/Campinense
Na véspera da partida contra o Fluminense de Feira/BA, o Campinense anunciou a chegada de mais dois reforços para o setor defensivo da equipe que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Luis Henrique, de 34 anos, ex-Nacional/SP e o goleiro Felipe, de 20 anos, ex-Atlético-MG. Ambos devem chegar amanhã (04) no Renatão.

Após estrear com derrota no campeonato nacional e vencer em casa na última rodada, o Campinense decidiu reforçar o seu elenco. A diretoria da Raposa busca ainda um meia-atacante para suprir o setor após a saída de Augusto, e quer anunciar o nome até a próxima semana. Já quanto ao atacante William, as negociações ‘esfriaram’, já que o jogador volta de uma lesão de 45 dias.

O Campinense está tratando com cuidado todas as negociações, e quer trazer reforços ‘pontuais’, que cheguem para jogar. A Série D é considerada por diretoria e comissão técnica como uma competição de ‘tiro curto’. “Temos que pontuar, o campeonato é tiro curto, são somente seis jogos, já estamos no final do turno, e temos que entrar no returno em boas condições”, afirmou o técnico Aílton Silva.

Treino no Amigão

A Raposa finalizou a preparação para o duelo contra o Fluminense de Feira/BA em um treino no Estádio Amigão. Será a última atividade para o técnico Aílton Silva tirar as dúvidas quanto à escalação do time. O treinador abriu somente a primeira parte do treinamento à imprensa e fez a segunda com portões fechados. De certo, Sillas completa o setor ofensivo, no lugar de Augusto, e Osvaldir pode assumir a lateral-esquerda.

“Eu vou observar o treino. Eu tenho duas opções. O Osvaldir é destro mas sabe jogar ali, esteve ali em outras condições, e tem confiança para isso. E o próprio Felipe Ramon, que tem jogado de lateral-esquerdo e pode ser uma opção”, analisou Aílton, que completou. “A gente precisa ficar mais tempo com a bola na frente, pensando o jogo, para aliviar a defesa, estamos trabalhando esse equilíbrio, saber a hora de ser agressivo e saber a hora de se posicionar”, concluiu.

Relacionadas