sexta, 18 de setembro de 2020

Campeonato Paraibano
Compartilhar:

Treze vê irregularidade no Campinense e quer a vaga do rival

Franco Ferreira / 29 de abril de 2016
Foto: Arquivo
Cancelar a fase semifinal do Campeonato Paraibano. Esta é a solicitação formulada pelo Treze no Mandato de Garantia com pedido de liminar cuja peça se encontra com o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB), Lionaldo Santos.

O Treze pede que “seja deferida a liminar para determinar que a Federação Paraibana de Futebol cancele a realização da fase semifinal eliminando o Campinense e proceda a substituição pelo Treze, aplicando o teor o Parágrafo 4 do artigo 10 do Estatuto do Torcedor”.

O Treze pede que sejam intimados o presidente da FPF, Amadeu Rodrigues e do Campinense, José Wiliam Simões, para apresentarem informações. O secretário do TJDF-PB, Eugênio Santos, notificou a Federação e Campinense, ontem mesmo.

Na sua contestação, o Treze acusa que o Campinense “está em débito com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e também com FGTS, violando o artigo 10, inciso II, alíneas a, b, c do Estatuto do Torcedor”. Com isso, a defesa do clube alvinegro acredita que o Campinense seja punido como manda a Legislação.

Diretoria está confiante

A diretoria do Treze garante ter base nas denúncias e promete seguir todos os recursos possíveis para defender o direito de ficar com a vaga do Campinense.

O presidente do Treze, Petrônio Gadelha esteve em João Pessoa ontem acompanhando o caso e disse acreditar em ter êxito nesta primeira instância.

Segundo Petrônio Gadelha, pelo pedido do Treze o Campinense perde os pontos da segunda fase do Campeonato Paraibano. Com isso, reforça o dirigente, o Treze herdará o direito de disputar a vaga na fase semifinal contra o CSP. É tão consistente a posição do Treze que, o elenco voltou aos treinamentos ontem à tarde no PV. “A comissão técnica e os jogadores estão seguindo nossa orientação. Vamos esperar o parecer do presidente do TJDF-PB”, disse Petrônio Gadelha.

Relacionadas