segunda, 18 de janeiro de 2021

Campeonato Paraibano
Compartilhar:

Treze e Campinense fazem jogo quente, mas ficam no 0 a 0

Renata Fabrício / 10 de abril de 2016
Foto: Antônio Ronaldo
Empate sem gols. Foi assim que terminou o primeiro confronto entre Treze e Campinense, pela segunda fase do Campeonato Paraibano. O Clássico dos Maiorais foi o segundo, só este ano, em que os times repetiram um placar vazio de gols. O Campinense já não marcava há dois jogos pelo Paraibano, e o Treze há pelo menos três partidas.

Agora, os times descansam e voltam a se enfrentar no próximo dia 24. Por ter tido uma melhor campanha, o Campinense só precisa de um empate para se classificar para a semifinal. Quem vencer o próximo jogo enfrenta CSP ou Paraíba de Cajazeiras.

Uma chuva de escanteios cobrados para fora, e o artilheiro da equipe em uma fase tímida de gols. Rodrigão, que enfrenta um jejum amargo há quase quatro partidas, não foi perdoado pela torcida ao perder a grande oportunidade do jogo. Um pênalti, que abriria o placar para a Raposa, ainda no primeiro tempo, acabou defendido pelo goleiro Saulo.

O técnico do Campinense Francisco Diá terminou o jogo chateado, e resumiu qual foi o maior erro da equipe no jogo de ontem. “Perdemos o pênalti. Foi o pênalti”, disse.

Para Saulo, goleiro do Galo, nada está definido ainda. “Não tem nada ganho ainda. Estamos aqui para buscar essa vaga e vamos fazer isso com muita humildade. O Campinense tem uma equipe boa, mas essa vaga ainda está em aberto”, acredita.

Relacionadas