quarta, 14 de novembro de 2018
Campeonato Paraibano
Compartilhar:

Internacional avança em cima do Naça; Femar e Serrano ficam no 0 a 0

Allan Hebert e Raniery Soares / 05 de outubro de 2016
A Segunda Divisão do Campeonato Paraibano está chegando aos seus momentos finais. Mesmo ainda com uma última rodada pela frente, já neste domingo, o torcedor conhecerá os dois times que ganharão o acesso à elite de 2017. O destaque da rodada desta quarta-feira (5) foi o Internacional, que fez 2 a 0 no Nacional de Patos, no CT Ivan Thomaz e acabou saindo na frente na briga.

No período da noite, Femar e Serrano empataram em 0 a 0, em partida disputada no Estádio Almeidão, em João Pessoa.

As partidas de volta acontecem no domingo. O Serrano receberá o Femar, no Amigão, em Campina Grande, a partir das 16h. Logo depois, às 17h, será a vez do Nacional tentar reverter a vantagem do Internacional, no José Cavalcanti, em Patos.

 

No primeiro jogo, o domínio foi todo colorado

O Internacional bateu o Nacional de Patos por 2 a 0, no primeiro duelo da semifinal da Segunda Divisão do Campeonato Paraibano e encaminhou seu acesso à elite do futebol estadual. A partida foi disputada ontem à tarde, no CT Ivan Thomaz, em João Pessoa. Com o resultado, o Inter pode até perder por um gol de diferença no próximo jogo.

O primeiro tempo foi fraco tecnicamente. Logo aos três minutos, Déda, do Naça, acertou um lindo chute de fora da área e por pouco não surpreendeu o arqueiro Adson. Depois disso, apenas mais uma jogada de perigo.  Aos 37, o atacante Bambam saiu cara a cara com o goleiro Érico, que fechou bem o gol e fez a defesa.

A segunda foi bem mais movimentada. Aos 14 minutos, o Inter abriu o placar. Bambam cobrou pênalti e Érico fez grande defesa, mas o rebote sobrou nos pés de Jó Boy, que tocou na medida para o próprio Bambam se redimir e marcar. No finzinho da partida, o volante Elton ampliou em uma linda cobrança de falta, sem chances para o goleiro do Canário do Sertão.

O curioso é que, de acordo com o técnico do Inter, Índio Ferreira, o mesmo Elton seria substituído um pouco antes do gol, mas o comandante preferiu “deixá-lo mais um pouco”.

 

“Ninguém riu, ninguém chorou”

O ditado é muito conhecido no mundo futebolístico, exatamente para representar um jogo que acabou empatado. Só que pelo nível técnico das duas equipes, só lágrimas foram vistas no Almeidão. No segundo jogo desta quarta-feira (5), realizado às 20h, Femar e Serrano ficaram apenas no 0 a 0, deixando a decisão para Campina Grande.

Além do pífio público (82 pagantes), as equipes não conseguiram nenhum lance que oferecesse perigo aos goleiros, que não trabalharam na partida desta quarta.

jogo0510

Relacionadas