sexta, 22 de janeiro de 2021

Campeonato Paraibano
Compartilhar:

Botafogo vence por 5 a 0, atropela o Sousa e se classificam juntos para as semifinais

Fábio Cardoso / 24 de abril de 2016
Foto: Allan Hebert
O Botafogo devolveu com juros e correção monetária a derrota contra o Sousa na primeira partida das quartas de finais - perdeu por 3 a 1 - e goleou por 5 a 0 no jogo deste domingo, realizado no estádio Almeidão, em João Pessoa. Marcaram para o Belo, Muller Fernandes (2), João Paulo, Marcinho e Danielzinho. Com o resultado, os dois times voltam a se enfrentar nas semifinais com a primeira partida em Sousa e a segunda na capital.

Veja os melhores momentos do Tempo Real desta partida

O confronto praticamente só teve um time em campo. O Botafogo, que precisava de pelo menos um gol, pressionou o tempo todo, perdendo várias chances. Aos 24 minutos o gol saiu da garganta da torcida do Belo. De pênalti, Muller Fernandes abriu o placar. Onze minutos depois, e sem diminuir a pressão, Marcinho, aos 35, fez o segundo gol do Botafogo em jogada ensaiada com Val e Plínio.

Mesmo com os dois gols, a equipe botafoguense não parou de pressionar o Sousa. Já o time sertanejo continuava acuado, sem qualquer inspiração. O primeiro tempo terminou sem o Sousa ameaçar a meta do goleiro Michel Alves. O treinador Jazon Vieira saiu irritado de campo com os seus comandados.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com o Botafogo na pressão. O Sousa ainda tentou uma pequena reação, com duas mudanças na equipe. Saíram Danilo e Manu, para a entrada de Márcio Tarrafas e Rodrigo Poty. O Dinossauro até que melhorou, com duas boas chances de gol, mas o Botafogo fez o terceiro gol com o estreante João Paulo, aos 17 minutos, em mais uma jogada de Val. Foi um balde de água fria para o Sousa.

Após o gol João Paulo sentiu a coxa e foi substituído por Pedro Castro. O Sousa já havia feito a sua terceira substituição, com Dico entrando no lugar de Dênis, machucado. Aos 32 minutos, Ângelo também deixou o campo machucado, com a entrada de Nildo, no Botafogo. Gustavo também entrou em campo, substituindo Jerfferson Recife.

Com a partida decidida, com os dois times classificados - pois o Paraíba e CSP haviam empatado em zero a zero, em Cajazeiras -, o Botafogo ainda fez mais dois gols. Aos 30 minutos Muller Fernandes pegou de bate-pronto e fez um golaço, o quarto do Belo. E Danielzinho fechou a conta aos 45 minutos em mais uma bela jogada comandada por Muller Fernandes.

A renda da partida foi de R$ 50.238,00, para um público de 4.827 pagantes, muito aquém da expectativa de diretoria do Botafogo e a importância da partida. As datas dos jogos das semifinais devem ser definidas amanhã na Federação Paraibana de Futebol.

Relacionadas