sexta, 22 de janeiro de 2021

Futebol
Compartilhar:

Briga que vale 1 milhão: Vasco e Botafogo fazem final simbólica

Raniery Soares / 16 de abril de 2017
Foto: VITOR SILVA/SS PRESS/BOTAFOGO-PB
Se os campeonatos estaduais já não são mais atrativos, mesmo com a rivalidade que ainda existe entre os clubes, imagine quando uma partida que naturalmente seria decisiva (por se tratar de uma final), o que importa mesmo é apenas o prêmio em dinheiro?

Este é o cenário do Campeonato Carioca que foi traçado para o ano de 2017 e uma palavra resume bem o certame: desinteressante, principalmente para o torcedor, que ainda dá audiência à competição por causa do amor que sente pelos clubes.

Na tarde de hoje, às 16h, no Engenhão, Vasco e Botafogo se encontrarão para decidir quem é o melhor na parte da competição intitulada de ‘Taça Rio’, que em outras épocas levava o campeão diretamente para a final do Estadual. Neste confronto, só o que importa é a bagatela de R$ 1 milhão que o vencedor colocará em seus cofres (R$ R$ 150 mil pela vaga na final e R$ 850 pelo título da Taça Rio).

O detalhe é que mesmo sendo o ‘campeão’, Vasco e Botafogo terão outra semifinal pela frente, desta vez valendo verdadeiramente a vaga na final, enfrentando Fluminense e Vasco, respectivamente.

Estes jogos ainda não possuem data firmada para acontecer, o que deve ser definido pela Federação do Rio de Janeiro ainda esta semana.

O confronto. Com os olhares voltados para outras competições, a exemplo da Libertadores da América, o Botafogo tem dividido os seus olhares para manter a boa fase em tudo que está disputando. Porém, é inegável que o técnico Jair Ventura prefira o torneio continental, pois é a visibilidade que o Glorioso está precisando neste momento.

Nos bastidores, a informação é que o Fogão usará jogadores reservas, já que atuou na sexta-feira contra o Atlético Nacional pela Libertadores. Porém, o Vasco não está usando isso como desculpa para economizar esforços e conseguir extrair um resultado positivo deste encontro.

O técnico cruz-maltino, Milton Mendes, trabalhou durante toda a semana um esquema bastante ofensivo e jogadas de finalização, priorizando a posse de bola no campo adversário.

A única novidade, porém muito importante, é o retorno de Luis Fabiano, após a diretoria jurídica do Vasco conseguir um efeito suspensivo na justiça e liberar o jogador para voltar a atuar pelo clube carioca.

Se para alguns o Estadual no formato em que está deixou de ser interessante, para o técnico Milton Mendes o discurso é totalmente diferente.

“Não faço distinção de como está hoje e como já foi no passado. Acho que a minha missão aqui [no Vasco] enquanto treinador é conquistar títulos e esse tem sido o meu objetivo desde quando chegamos em São Januário. O Botafogo não é um adversário qualquer e sei que teremos muito trabalho pela frente neste jogo”, disse.

Relacionadas