domingo, 15 de setembro de 2019
Futebol
Compartilhar:

Botafogo visita o líder Ferroviário na abertura do returno da Série C

Allan Hebert / 30 de junho de 2019
Foto: Assuero Lima
Vindo de duas vitórias consecutivas na Série C do Campeonato Brasileiro, o Botafogo-PB terá uma verdadeira pedreira pela frente. Na tarde de hoje, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, o Belo encara o líder do Grupo A da Terceirona, o Ferroviário. Com 15 pontos, o time paraibano termina a 10ª rodada na segunda colocação em caso de vitória ou empate. O Ferrão, por sua vez, com 19 pontos, não pode ser ultrapassado por ninguém.

Para encarar um dos times mais fortes da competição nacional, o técnico Evaristo Piza tem um desfalque certo. Suspenso na última rodada, quando o time venceu o clássico contra o Treze por 4 a 2, o atleta já cumpriu suspensão, mas sentiu uma lesão no joelho e nem viajou com a delegação. Com isso, Neuton segue como o titular na posição.

Sem Fábio, o treinador botafoguense ainda pode ter uma baixa importante. Substituído ainda no primeiro tempo do clássico, o meia Clayton segue com um incomodo na panturrilha. Ele viajou com o grupo, mas não deve ter condições de iniciar a partida. Marcos Aurélio, que retornou de lesão na última rodada, deve ser seu substituto.

O treinador Evaristo Piza não confirmou o time, mas a tendência é que o Alvinegro da Estrela Vermelha entre em campo com: A tendência é que o Botafogo comece o jogo com: Saulo, Neílson, Goiano, Fred e Neuton; Rogério, Marcos Vinícius, Juninho e Marcos Aurélio; Kelvin e Nando (Felipe Alves).

Adversário qualificado. Mesmo confiante de que pode voltar de Fortaleza com pontos na bagagem, o técnico Evaristo Piza cobrou respeito ao líder da Série C. O Ferrão terá uma grande novidade para o confronto. No decorrer da semana, o então técnico Marcelo Vilar entregou o cargo para assumir o comando do São Caetano-SP. A diretoria cearense agiu rápido e contratou Leandro Campos.

“Tem a saída do Marcelo Vilar agora, o que nos obriga a ficar atento às mudanças e conceitos que o Leandro campos vai programar na equipe. Temos que fazer a leitura rápido. O que temos de informação para passarmos aos jogadores são com o comando do Vilar, então, temos que ficar atentos às surpresas que podem surgir com essa mudança no comando técnico da equipe adversária”, completou o treinador.

Outro ponto que o treinador botafoguense citou com preocupação foi o forte ataque do adversário, um dos mais letais da Terceirona, com 16 gols. O time ainda tem um dos artilheiros da competição, Edson Cariús, com sete bolas na rede. O centroavante, inclusive, anotou o tento do empate em 1 a 1 no duelo entre as duas equipes, pela 1ª rodada do torneio, no Almeidão.

Relacionadas