segunda, 24 de junho de 2019
Futebol
Compartilhar:

Botafogo e Kashima decidem título do Paraibano de Futebol Feminino

Franco Ferreira / 10 de dezembro de 2017
Foto: Nalva Figueiredo
Depois da vitória no meio de semana por 1 a 0, no primeiro jogo da decisão, valendo o título do Campeonato Paraibano de Futebol Feminino, o Botafogo aumentou sua vantagem e ficou ainda mais perto de colocar a mão na taça. Hoje, às 16h, as Belas do Belo ficarão frente a frente - mais uma vez - com as Feras do Kashima, que lutarão com todas as forças, na tentativa de reverter o placar e quem sabe, quebrar a hegemonia do Botafogo. O duelo está marcado para o CT Ivan Thomaz, no Valentina Figueiredo.

As Belas do Belo chegaram à fase final com a vantagem de jogar por dois empates. Por terem vencido o jogo passado, o Alvinegro da Estrela Vermelha entra neste novo jogo mais robusto, em busca do troféu de campeão.

Mesmo assim, a treinadora Gleide está cobrando a mesma determinação das jogadoras, para que com a mesma postura adotada no jogo anterior, o time possa vencer e assim, coroar a temporada 2017 com a conquista do tricampeonato estadual.

“Não podemos apresentar um futebol abaixo do que foi no primeiro jogo contra o Kashima, pelo contrário, precisamos ir com mais ofensividade e claro, com cautela, para que não sejamos surpreendidas pelas nossas adversárias”, disse Gleide.

A proposta das Belas do Belo é manter a mesma base utilizada no jogo passado, mas com uma única mudança. A atacante Willy torceu o tornozelo esquerdo e provavelmente ficará fora da decisão. Segundo a técnica Gleide Costa, que está acompanhando o caso, a comissão técnica vai esperar até momentos antes do jogo, onde a jogadora fará alguns testes.

Missão. A vida do Kashima não será fácil nesta decisão, afinal além de quebrar uma hegemonia das Belas do Belo no futebol feminino, precisam recuperar a mesma vibração de 2012, quando foi campeão paraibano pela última vez.

O interessante é que boa parte das atletas que hoje vestem a camisa do Botafogo, foram as mesmas que conquistaram o título pelo Kashima, inclusive sob o comando da técnica Gleide Costa.

Mas, o presidente do clube, Marcos Lima garante que essa escrita pode ser quebrada nesta decisão.

“Treinamos bastante, fizemos uma campanha tão boa quanto a do Botafogo e está tudo em aberto. Nossas jogadoras estavam representando a Paraíba em outras competições e agora, com o nosso time completo, vamos buscar o título e depois, representaremos a Paraíba nas competições nacionais do futebol feminino”, disse Marcos.

O vencedor será a Paraíba no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, que está programado para março do ano que vem.

Relacionadas