segunda, 21 de setembro de 2020

Futebol
Compartilhar:

Após empate na última rodada, Inter chega a 61,6% de chances de ser rebaixado; veja a briga

Redação / 20 de novembro de 2016
Foto: Divulgação
O empate por 1 a 1 com a Ponte Preta na última quinta-feira complicou a luta do Internacional contra o rebaixamento. Segundo o site Chance de Gol, o time colorado terminou a 35ª rodada do Campeonato Brasileiro com 61,6% de possibilidades de ser rebaixado para a Série B nacional.

Faltando três rodadas para o final, o Inter trava praticamente uma luta particular com o Vitória pela permanência na Série A. O clube baiano foi derrotado pelo Santos na última quinta-feira e tem os mesmos 39 pontos do que os gaúchos , mas leva vantagem nos critérios de desempate (gols a favor) e tem mais dois jogos a realizar em casa. Assim, seu risco de rebaixamento é de 37,4%.

Na parte de cima da tabela, pouca coisa mudou. O empate por 1 a 1 com o Atlético-MG na noite da última quinta-feira deixou o Palmeiras com 91,4% de possibilidades de ser campeão. O Santos tem 6,7% e o Flamengo 1,9%.

É verdade que ao final da rodada anterior a probabilidade palmeirense era um pouco maior: 92,5 %. Mas o clube acumulou gordura suficiente para queimar, com quatro pontos de vantagem para o vice-líder e apenas mais nove em disputa. Bastam duas vitórias para não depender de ninguém.

Mais sofrimento. O Internacional viverá um domingo caótico na atual temporada, afinal o Colorado só entrará em campo amanhã, às 20h, para enfrentar o Corinthians, em São Paulo. A novidade é que a diretoria gaúcha anunciou a demissão do técnico Celso Roth e sem demorar muito, anunciou o nome de Lisca para comandar o Inter nesta reta final da Série A do Campeonato Brasileiro.

O primeiro trabalho do novo treinador tem duas situações diferentes do habitual. A primeira é que ele realizou um treino eminentemente tático, com cones forçando a aproximação dos jogadores. A segunda foi a presença na beira do gramado do CT Parque Gigante de atletas que atuaram no meio de semana, e que realizaram regenerativo. Normalmente esses jogadores ficavam na piscina e na academia, mas sem aparecer no campo.

Lisca já deverá ter o retorno de dois defensores: o lateral-direito Ceará e o zagueiro Eduardo, que ganharam a liberação do departamento médico.

Leia Mais

Relacionadas