quarta, 20 de janeiro de 2021

Futebol
Compartilhar:

Após derrota, preocupação do Belo é encontrar novo esquema para superar a Raposa

Raniery Soares / 03 de junho de 2016
Foto: Rafael Passos
Os primeiros 90 minutos da briga pela taça de campeão paraibano já se foram e o Campinense, até o momento, foi quem lucrou nessa batalha vencendo o Botafogo por 3 a 2, no Almeidão. Porém, para o técnico Itamar Schülle o pensamento é outro. O próximo jogo acontecerá somente no dia 15 de junho e daqui pra lá, o comandante alvinegro garante que a palavra de ordem será trabalho, para voltar para casa com o título.

“No futebol tudo é possível. Sabemos da competência do nosso adversário, mas sei da qualidade do nosso grupo e por isso tudo pode acontecer. Vamos continuar empenhados, trabalhando forte e prometendo apenas o que podemos cumprir, que é muita entrega e determinação de cada um”, frisou Itamar.

O próprio treinador reconhece que teve algumas oportunidades, mas na hora de finalizar faltou competência nos seus atletas. Para Itamar, erros individuais foram cruciais para que a Raposa tivesse um bom desempenho.

"Criamos, mas não fizemos e isso fez toda a diferença nos primeiros 90 minutos deste duelo. Tivemos três chances claras embaixo do goleiro, agora o Campinense é um time que se fecha muito bem e nos nossos erros individuais, eles tiveram o mérito de fazer e sair ganhando", disse.

Relacionadas