quarta, 24 de fevereiro de 2021

FPF
Compartilhar:

Em processo, TJDF-PB ‘passa batido’ e intima ex-presidente do Treze que faleceu em março

Raniery Soares / 06 de julho de 2017
Foto: Rafael Passos
O Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (TJDF-PB) abriu um inquérito para apurar algumas denúncias direcionadas ao vice-presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Nosman Barreiro.

A corte convocou clubes (profissionais e amadores) e ligas desportivas, só que cometeu a absurda falha de como representante do Treze, intimar o ex-presidente Petrônio Gadelha, que faleceu em março deste ano. Outro erro é o nome do presidente Marco César, como representante do Esporte Clube de Patos, quando o dirigente atual se chama Dário Leitão.

O intuito do processo são denúncias feitas pelo presidente Amadeu Rodrigues contra o seu vice, que vão desde o desaparecimento de um carro da entidade, passando por falsificação de assinaturas, invasão e dano ao patrimônio da entidade que controla o futebol da Paraíba e até de atos de intolerância religiosa e até mesmo de racismo.

Alguns detalhes do processo foram divulgados ontem, em dois documentos assinados pelo presidente do TJDF-PB, Lionaldo Santos Silva. Além de decretar a abertura do inquérito (que será presidido pelo auditor Donato Henrique da Silva.

Nosman está sendo enquadrado no artigo 234, que fala sobre “falsificar, no todo ou em parte, documento público ou particular, omitir declaração que nele deveria constar, inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que deveria ser escrita, para o fim de usá-lo perante a Justiça”.

A falsificação que o processo fala, se refere a um documento que o Cruzeiro de Itaporanga e a Liga Desportiva de Santa Rita, supostamente orientados por Nosman, ingressaram na 13ª Vara Cível de João Pessoa, solicitando a divulgação de prestações de contas da gestão de Amadeu Rodrigues.

Em um contra-ataque, a FPF aproveitou a reunião do Conselho Arbitral da Segunda Divisão para apresentar um documento, mostrando que as assinaturas de aproximadamente 50 filiados (colhidas por Nosman) eram falsas.

Relacionadas