sábado, 16 de janeiro de 2021

Esportes
Compartilhar:

FPF diz que não participou de reunião sobre mudanças no Nordestão

Raniery Soares e Marques de Souza / 16 de fevereiro de 2017
Foto: Arquivo
O assunto que tem dominado os bastidores do futebol nesta última semana, é a série de mudanças que estão sendo planejadas para as próximas edições da Copa do Nordeste.

Mesmo com a informação que as nove federações da região haviam se reunido na CBF para tratar da ‘nova competição’, o presidente da FPF-PB, Amadeu Rodrigues negou que tenha participado da discussão de forma presencial.

Segundo ele, a entidade paraibana opiniou em reuniões virtuais que estão acontecendo constantemente, mas que desde ontem está em Brasília, buscando patrocínios da Caixa Econômica Federal e Correios para o Campeonato Paraibano.

“Não tenho como participar de duas reuniões ao mesmo tempo em dois lugares diferentes. Como essa discussão ainda está sendo amadurecida, vou avaliar o que de fato é melhor para os nossos clubes”, declarou o mandatário paraibano.

Raposa elogia. O presidente William Simões analisou que as mudanças devem afetar, sobretudo, o lado financeiro da competição como arrecadação em bilheterias e divisão de cotas com os clubes. Para o presidente, é preciso estudar alternativas para melhorar a competição, mas ela já é um sucesso. “A Copa do Nordeste é muito boa para o futebol da região. Eu diria que é o maior campeonato do calendário do futebol brasileiro no primeiro semestre”, afirmou.

E o Belo? O presidente Zezinho Botafogo garantiu que a posição oficial do time ainda está sendo discutida internamente pela diretoria. Segundo ele, como o Belo é um dos fundadores da competição, o time tem cadeira cativa nos debates, que prometem ser muito movimentados.

Relacionadas