sábado, 23 de janeiro de 2021

Esportes
Compartilhar:

Belo é eliminado mais uma vez no nordestão

Allan Hebert / 14 de março de 2017
Foto: Rafael Passos
Botafogo e Copa do Nordeste não combinam. Pela quarta vez consecutiva desde que a competição regional voltou a ser disputada, o time da Capital foi eliminado de forma precoce, ainda na primeira fase. Este ano, o time ainda terá mais um jogo, mas o duelo contra o América-RN, no próximo dia 22, será apenas para cumprir tabela. A derrota para o Vitória (1 a 0), no último domingo, eliminou a equipe do torneio.

De 2013 para cá, o Botafogo disputou quatro edições do torneio e naufragou em todas ainda na primeira fase. Ao todo, o time disputou 23 partidas e conquistou apenas quatro vitórias. Além disso, foram seis empates e mais 13 derrotas, que corresponde ao fraco aproveitamento de 26% dos pontos disputados.

O Bota voltou a jogar a competição em 2014 e, dentro das quatro linhas, o time até foi bem. No entanto, a escalação irregular de dois jogadores fez com que a equipe perdesse quatro pontos e visse a chance de se classificar ir por água a baixo. O time venceu dois jogos, empatou dois e foi derrotado em duas oportunidades, mas terminou na lanterna do Grupo D.

No ano seguinte veio a pior participação do Alvinegro da Estrela Vermelha. Ainda sob o comando de Marcelo Vilar, técnico bicampeão estadual o time não se encontrou na competição regional e foi derrotado em cinco dos seis jogos que disputou. O melhor resultado foi um empate com o Ceará (1 a 1), no Almeidão.

Em 2016, Itamar Schülle assumiu o comando do Bota, mas o cenário não mudou muito no Nordestão. O Bota caiu novamente em um grupo dificílimo e caiu de forma precoce. Foram três derrotas, dois empates e apenas uma vitória.

Este ano, o Botafogo caiu num grupo teoricamente mais acessível, fato até comemorado pelos dirigentes no sorteio, mas a equipe voltou a decepcionar. Tanto que, ainda resta mais uma rodada para terminar a primeira fase, mas o Belo já sem chances de classificação.

Relacionadas