sábado, 19 de setembro de 2020

Economia
Compartilhar:

Voo da Azul é cancelado e passageiros esperam quase 12 horas para embarcar

Redação / 10 de janeiro de 2017
Foto: Arquivo
Passageiros do voo 5275 da Azul ficaram quase 12 horas esperando uma resposta da empresa para o cancelamento da viagem. Durante toda a manhã desta terça-feira (10), inúmeros passageiros que deveriam ter embarcado às 1h20 da madrugada, com destino ao Aeroporto de Viracopos, em São Paulo, se mantiveram no aeroporto Castro Pinto e somente por volta das 12h30 foram colocados em um ônibus com destino a Recife, em Pernambuco, para somente depois tomar o destino final. Em novembro, caso parecido ocorreu com um voo da Gol.

Em nota oficial, a empresa Azul Linhas Aéreas Brasileiras informou que o voo 5275 “foi cancelado devido a uma manutenção não programada na aeronave que faria o trajeto”.  A Azul negou-se a informar quantos passageiros iriam embarcar, sob a alegação de que “essa informação é confidencial, não podemos abrir”, mas garantiu que “os clientes estão recebendo toda assistência necessária, embora não tenha sido essa a informação repassada por alguns passageiros.

De acordo com a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em casos como esse os passageiros devem ser reacomodados nos próximos voos da companhia. A Azul lamentou o ocorrido e ressaltou que "medidas como esta são necessárias para conferir a segurança de suas operações”.

A assessoria da Superintendência do Aeroporto Internacional de João Pessoa também não informou a quantidade de passageiros limitando-se a dizer o número do voo e hora da saída.

Em novembro foi a Gol

Passageiros de um voo da Companhia Aérea GOL passaram por transtornos no dia 24 de novembro quando o voo 2163, com destino ao Rio de Janeiro, que estava marcado para decolar às 11h45 teve um atraso de mais de duas horas. Os clientes reclamaram do atraso e da falta de comunicação da empresa.

Na ocasião, funcionários da empresa que estavam no Aeroporto Castro Pinto informaram que o atraso se deu por conta de um problema mecânico. Uma ave teria sido encontrada na turbina do avião, enquanto este estava no aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro. Por conta disto, foi necessário fazer uma manutenção.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a GOL confirmou que o voo G3 2163 (João Pessoa – Rio de Janeiro) registrou atraso devido à ocorrência de colisão com pássaro no percurso anterior.

Relacionadas