terça, 13 de novembro de 2018
Economia
Compartilhar:

Uber ignora ameaças e começa a funcionar mesmo com promessa de multa da Semob

Érico Fabres / 22 de setembro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
Mesmo diante da contrariedade e repúdio do Sindicato dos Taxistas de João Pessoa (Sinditaxi-JP), com a existência da Lei Municipal 13.105/2015 de autoria de Raíssa Lacerda (PSD) aprovada pela Câmara de Vereadores proibindo a atividade e com a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) ameaçando multar os veículos do Uber, o aplicativo iniciou as atividades na Capital.

E o ‘atropelo’ das posições contrárias teve a aprovação da população que, já nos primeiros minutos, comprometeu todos os carros cadastrados como parceiros, causando um congestionamento no sistema que, após 1h, normalizou, voltando ao tempo de espera base de 5min. A reportagem do Correio da Paraíba fez uma viagem e conta como foi a experiência.

O veículo da Uber, após a chamada, chegou em questão de 5min, às 15h55. O motorista, Adriano (sobrenome foi preservado a pedido do entrevistado), 36 anos, foi informado da reportagem e aceitou fazer o percurso. Na estimativa de valores do aplicativo, o total estimado foi entre R$ 11 e R$ 15 (de táxi, a estimativa é de cerca de R$ 25).

Um trajeto tranqüilo, que levou por volta de 25 minutos e custou R$ 16 em função de caminhos alternativos solicitados para levar adiantea conversa com o motorista do Uber, que recusou um emprego de coordenador de logística em uma empresa na divisa com Pernambuco para permanecer na Capital, trabalhando com o aplicativo.

Sem medo de represálias. Adriano conta que mesmo com os casos que resultaram em depredação de veículos e agressão a motoristas em vários Estados, não está com medo. “Qualquer depredação, a empresa paga, não corremos riscos de despesas enquanto estivermos com o aplicativo ligado, para isso eles providenciam um seguro”, conta ele, que também diz que só terá que utilizar o seu próprio seguro do veículo quando estiver com o aplicativo desligado.

Advogado quer derrubar lei

O advogado paraibano Giordano Mouzalas deverá protocolar até amanhã junto ao Tribunal de Justiça da Paraíba - TJPB, uma ação de inconstitucionalidade sobre a Lei  Municipal 13.105/2015 que proíbe o Uber em João Pessoa.

“Na verdade a lei municipal é inconstitucional porque usurpa da União a competência para legislar sobre trânsito. Por isso vamos abrir ação contra o município pedindo a declaração de inconstitucionalidade incidental”, revela.

Já o superintendente da Semob, Carlos Batinga, não revelou se algum motorista foi multado ontem, pois o expediente administrativo termina 14h, exatamente a hora que o Uber iniciaria as atividades. “A nossa orientação é para multar os veículos do Uber quando identificados, pois eles são transporte clandestino, assim como autuaremos os alternativos também. Ao menos até que haja uma mudança na legislação”, diz.

Dia de conhecer o Uber.  Grande parte das pessoas que utilizaram o Uber hoje teve desconto ou ganhou a corrida. O código uberjampa dava R$ 25 de desconto na viagem ou a gratuidade em caso de valores menores. Nas redes sociais pipocaram outras senhas, ofertadas por pessoas de todos os cantos do Brasil. Isso porque a cada novo cliente que utiliza o “promocode”, quem indicou ganha mais créditos.

O motorista recebe o valor da corrida da Empresa que, por sua vez, lucra com a coleta de dados (locais mais movimentados, perfis de usuários) e com isso pode direcionar a oferta de veículos disponíveis nas áreas.

A arquiteta Mila Maia, de 26 anos, pegou os primeiros minutos do Uber em João Pessoa. Foi do bairro Jardim Luna até a Maximiano Figueiredo com a Dom Pedro II. Pagaria R$ 9, mas como tinha o código, não pagou nada. Ela utilizava bastante o táxi para fazer o trajeto e pagava cerca de R$ 18.

“Essa foi a primeira vez que usei o aplicativo e tive uma agradável experiência. Fiquei sabendo por amigos que o Uber estaria funcionando na cidade a partir das 14h de hoje e resolvi experimentar. Não tenho queixas, apenas elogios. Desde o momento em que baixei o aplicativo até o final da corrida. Foi tudo bem rápido e prático”, conta

Leia Mais

Relacionadas