terça, 26 de janeiro de 2021

Turismo
Compartilhar:

Paraibanos buscam outras opções de viagens para fugir do carnaval

Fábio Cardoso / 21 de janeiro de 2018
Foto: DIVULGAÇÃO SETUR/GRAMADO
A máxima do turismo de que para se fazer uma viagem com menos gastos é preciso planejamento e antecipação na compra dos pacotes se confirma no começo deste ano para o período de Carnaval fora de João Pessoa.

Quem comprou um pacote para um cruzeiro nos Estados Unidos há oito meses, por exemplo, pagou R$ 5,2 mil por pessoa. Hoje, quem optar por esse mesmo pacote, terá um gasto médio 50% superior, com o valor pulando para R$ 7,8 mil.

O agente de viagem Luciano Lapa, da Lapa Viagens, disse que a maior procura para pacotes de Carnaval foi justamente para os Estados Unidos, em seguida, Buenos Aires (Argentina) e Gramado, nas Serras Gaúchas. Cristiane Acioly, da Agência Mirella, também vendeu muitos pacotes para a terra do Tio Sam, assim como cruzeiros para a Europa, com saída de Barcelona (Espanha) cujo o preço estava R$ 12 mil por pessoa. Hoje, esse mesmo roteiro custaria cerca de R$ 18 mil.

Lapa disse que os paraibanos preferem roteiros longe da folia, pelo menos aqueles que têm uma idade acima dos 35 anos, casados e que gostam de viajar com os filhos, que é o perfil de seus clientes.

Na Mirella o movimento de clientes também indicou muitas vendas para o exterior, mas houve muita saída para resorts instalados em Pernambuco e em Alagoas, cujo o valor variava a partir de R$ 4,5 mil, dependendo do custo e benefício. Porto de Galinhas (PE) e Maragogi (AL) foram os dois destinos mais procurados para esse período nas duas agências.

Um detalhe chamou atenção dos dois agentes de viagem. Destinos no Rio Grande do Norte, em especial, Natal, foram praticamente esquecidos pela clientela. Olinda e Recife tiveram pouca procura. “Não vendi quase nenhum pacote para esses dois destinos em Pernambuco”, confirma Lapa.

Dois pontos podem ser observados. O perfil dos clientes, que procuraram fugir da folia, e a violência que se instalou no Rio Grande do Norte no começo do ano. Notícias de violência assustam em qualquer lugar do mundo, admite Lapa, que acredita que seja um momento de turbulência passageira. Segungo ele, o litoral do estado vizinho, segundo o empresário, sempre tem boa saída durante o ano inteiro.

Leia Mais

Relacionadas