segunda, 11 de dezembro de 2017
Trabalho
Compartilhar:

Em tempos de crise, setor de franquias conseguiu registrar um aumento de quase 35%

Érico Fabres / 27 de março de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
Se muitos empreendimentos na Paraíba estão fechando suas portas em função da crise, outros estão surgindo. E não são poucos. Apesar da forte desaceleração da atividade econômica, o número de novas empresas registrou crescimento de 7,46% em 2015 sobre 2014, segundo o Núcleo de Manutenção Cadastral da Secretaria de Estado da Receita (SER). Foram 104.360 empresas ativas, contra 97.111 no ano anterior, chegando a 7.249 novas inscrições. Nenhum percentual, porém, superou o das franquias, que teve um aumento de 34,7% no número de unidades e um acréscimo de R$ 36 milhões no faturamento, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF).

De acordo com Nelijane Ricarte, analista técnica do Sebrae Paraíba, existem dois fatores que estão fazendo com que as pessoas busquem o negócio das franquias em detrimento de empreendimentos próprios: fato de serem empresas já consolidadas e testadas e com um investimento mais baixo, torna de muito menor risco e também por o Nordeste não ter sido tão afetado pela crise e o ser turismo explorado durante o ano todo o que faz o mercado ser atrativo, possibilitando o aporte das empresas de fora do Estado.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas