terça, 18 de junho de 2019
Tecnologia
Compartilhar:

Pesquisa aponta avanço do e-commerce e 50% compram por aplicativo

Ellyka Gomes / 09 de agosto de 2018
Uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) constatou que o mobile é uma tendência irreversível para o mercado de consumo. Cinco em cada dez brasileiros afirmaram que compraram algum produto por meio de aplicativo de celular nos últimos 12 meses. O percentual é ainda maior entre a população jovem (60%).

Para o presidente da CNDL, José Cesar da Costa, os dados da pesquisa transparecem o futuro do e-commerce. “Ele passará cada vez mais pelos aplicativos em dispositivos móveis, utilizados não apenas para a comunicação durante o processo de compra, mas também para adquirir produtos e serviços, pesquisar e comparar preços”, analisou.

A maioria dos entrevistados (52%) disse que compram pelo aplicativo da loja porque o acesso aos produtos é mais fácil. Outros 49% destacaram que a praticidade e a rapidez são os motivos que os fazem comprar via App. Já 37% dos entrevistados revelaram que observam melhores ofertas neste modelo de compra.

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, ressaltou que os varejistas precisam estar atentos a essa tendência para que desenvolvam experiências que cativem os consumidores e facilitem o engajamento. “Este é um momento de mudanças intensas, em que os varejistas precisarão estar atentos para avaliar sua presença na internet, ampliando canais de relacionamento e facilitando o acesso dos clientes”, comentou.

O consultor internacional em negócios e CEO da PJI Consulting, Paulo Júnior, afirmou que enxerga com otimismo a integração cada vez maior dos canais de vendas. “Isso é uma tendência mundial com forte viés de crescimento. Penso que o empresário deve estar atento a essa transformação na maneira de consumo, inclusive, gerando mais facilidades nos meios de pagamento”, disse.

WhatsApp para fazer negócios

A pesquisa da CNDL e do SPC Brasil revelou ainda que quatro em cada dez brasileiros já utilizaram o aplicativo WhatsApp para se comunicar com uma loja ou vendedor no processo de compras. A maioria dos entrevistados que utilizam este modelo de comunicação (73%) afirmou que sempre teve um retorno por parte do estabelecimento comercial.

A maioria dos entrevistados (31%) apontou que usa o WhatsApp para contratar serviços de manutenção e consertos de produtos diversos. Outros 29% compram roupas, calçados e acessórios e 26% remédios ou suplementos vitamínicos.

“A praticidade e o imediatismo proporcionados pelo aplicativo fazem com que os consumidores vejam com bons olhos a adoção da ferramenta como forma de relacionar-se com empresas. Isso significa que cada vez mais o consumidor será atraído pelas marcas que forem verdadeiramente responsivas no ambiente digital”, comentou Pellizzaro Junior, presidente do SPC Brasil.

Leia Mais

Relacionadas